Resenha: À Distância #1

Oi, Leitores!!!

Alguns livros chegam para nós como presente né? Este foi o caso de À Distância comigo, de forma leve e sutil fui conquistada por Catarina e Sebastian.
Catarina e Sebastian se conheceram meses atrás em Londres, quando ela estava passando uns dias por lá e acabou indo para uma sessão de autógrafos de um autor, o que ela não esperava é que este escritor acabasse dominando seu coração, fazendo com que voltar para casa e para seu novo emprego fosse uma tarefa meio difícil.

Porém, o que poderia ser apenas um romance de férias, vai se tornar mais do que isso, o livro do Sebastian será lançado no Brasil e eles irão se encontrar. Meses sem se ver, mas com troca de muitas mensagens, criando uma conexão e fazendo com que ambos não tivessem mais interesse em ninguém. Assim, um reencontro incrível irá acontecer e Sebastian a pede em namoro.
A distância, ao invés de nos afastar, parece nos unir mais, fazendo com que nos esforcemos para tornar o relacionamento dinâmico.
Agora os dois precisam aprender a lidar com a distância, permitindo que se conheçam cada vez mais, criando um laço não só de paixão, mas de muita confiança. Enquanto eles vão criando esta conexão, nós somos regados com cenas incríveis pelo Skype, trocas de mensagens e e-mails. Lidar com a saudade e com a vontade de um novo encontro mexerá e muito com as emoções destes dois.
Uma coisa é certa: a saudade dói e, como qualquer outro tipo de dor, é suportável desde que possamos visualizar um fim para ela.
O trabalho de ambos não facilitará em nada o próximo encontro programado, teremos algumas brigas e discussões por isso, mas momentos em que fazem as pazes. Porém, o livro do Sebastian está fazendo muito sucesso e isso está ocupando muito do seu tempo. Se um encontro pessoal já estava impossível, os virtuais começam a ficar escassos e isso será um grande problema entre eles.
- Uma vez você me disse que a distância não é só uma questão física, mas emocional também. Que estar perto, não necessariamente é estar junto. 
Os dois acreditavam mesmo que a distância poderia ser superada com o amor que sentiam um pelo outro, mas eles percebem que outros sentimentos irão interferir neste relacionamento: insegurança, ciúmes, saudades e incertezas. E a força deste sentimento irá abalar demais tudo que existe entre eles, tornando a distância apenas mais um detalhe. Eles começam a se questionar e comecei a me fazer o seguinte questionamento: quem vai abrir mão de algo, para que este amor se torne possível?

A escrita da Paola é super leve, envolvente e fluida, por mais que imaginasse como ela conduziria o relacionamento deles, ela não deixou de me surpreender com algumas reviravoltas. Sebastian conseguiu ser mais do que eu esperava, me arrancou muitos suspiros com as suas declarações... Catarina é uma mulher com quem me identifiquei muito, faria várias loucuras como ela fez, ela é intensa e isso faz com que seja difícil disfarçar sentimentos.

Um livro cheio de muito amor, romance e com pitadas de cenas de nos tirar o fôlego. Com um final bem Sebastian e digno deste casal que aprendeu a superar as dificuldades e estabeleceu conexões profundas, que fizeram com que o amor falasse mais alto.

Uma história de amor incrível que irá aquecer muitos corações!!!!

Nossa vida é onde estamos, Sebastian, ao lado das pessoas que amamos, onde nos sentimos felizes e completos. Sei que posso ter isso com você.

A definição de saudade era atualizada com sucesso a cada dia. 
Deixar Catarina no Brasil após o lançamento do meu livro, foi mais difícil do que eu imaginava. A breve aventura, iniciada há oito meses na viagem daquela tradutora recém-graduada à Londres, tomou uma proporção surpreendente. Carinho, desejo, apego, paixão. Sentimentos que, aliados ao espírito livre da brasileira, traziam à tona um lado meu que eu desconhecia.
A distância era nossa inimiga. O sucesso desejado, porém inusitado da minha última obra, tornou-me conhecido mundialmente, o que me colocava em constantes viagens e compromissos, dificultando cada vez mais nosso relacionamento.
Lidar com o afastamento, ao contrário do que pensamos, não era algo que estávamos preparados. Saudades, ciúmes, impasses, e a incerteza sobre um futuro a dois.
Seria preciso que um de nós renunciasse ao próprio sonho se quiséssemos seguir juntos.
Mas quem cederia?

Lido em: Maio de 2019
Título: À Distância - Irmãos Wood # 1
Autora: Paola Scott
Editora: The Gift Box
Gênero: Romance
Ano: 2018
Páginas: 320
Adicione no Skoob | Compre: Amazon
Compre: The Gift Box (use o cupom 3leitoras_15)
*Livro cedido pela Editora em parceria*
Continue lendo

Resenha: Com os olhos do coração #1

Oi, Leitores! 

Mais um lançamento da Amie Knight pela Cherish Books e quando soube fiquei muito feliz! Afinal, eu me encantei por Destinos de Amor.

Com os olhos do coração é o primeiro livro da série Corações e preciso dizer que essa história mexeu com meu coração, me arrancou algumas lágrimas, muitos sorrisos e suspiros.

Ainsley e Adrian se conheceram quando ainda eram crianças, criaram uma amizade forte e percebemos o quanto ela e Lori, sua prima, foram importantes para ele, afinal Adrian mudou para casa ao lado da delas, depois de sofrer uma perda irreparável.

Os três se tornaram inseparáveis, viveram muitos momentos juntos, compartilharam a amizade e o  amor. Entre momentos, inseguranças, alegrias, medos e diversão, Ainsly e Adrian se veem apaixonados e começam a viver um relacionamento e a gente sente que é um amor para a vida inteira.
Nosso relacionamento apenas solidificou em minha mente o que meu coração já sabia. Ela era o amor da minha vida.
Mas em um dos piores momentos da vida deles, Ainsley decide ir embora, sem se despedir de Adrian, sem explicações, nem mesmo uma carta de despedida. Esse é o momento que paramos de respirar durante a leitura e vivemos a dor deles. Sentimentos de raiva, abandono, traição e mágoa são gigantescos e tomam o lugar do amor, confiança e lealdade que existe entre eles.

Anos se passam, Adrian se acostumou com a dor, a ausência e o vazio, mas agora ela está de volta e ele sente que não sobreviverá a este reencontro. O medo e a insegurança não habitam apenas o coração e cabeça dele, ela não tem ideia de como enfrentar o passado e o olhar de todos aqueles que ela abandonou.
- Sinto muito que nosso amor tenha acabado cedo demais, mas ainda sou muito grata por tudo, porque foi o melhor que poderia receber. E, a partir de agora, vou me lembrar apenas das coisas boas.
Ela sabe que nem de longe é aquela garota que abandonou tudo por não suportar se manter naquele lugar, mas ele, apesar de tudo, consegue ver tudo o que ela esconde, seus olhos não conseguem esconder o que acontece dentro dela.

O reencontro deles não é nada do que esperamos, os dois agem de acordo com suas mágoas e medos, mas o amor faz com que eles repensem suas atitudes e escolhas. Agora é o momento de aprenderem com suas escolhas e de decidirem se querem ou não ouvir seus corações.

Amie Knight mais um vez tocou o meu coração, com a sua escrita envolvente, fluida e carregada de emoções. Os personagens desse livro são apaixonantes e tudo o que eles passam, tocou o meu coração de forma profunda, me tirou muitas lágrimas, mas ao encerrar a leitura senti meu coração aquecido e transbordando de amor.

Se posso dar um conselho a vocês, leiam esse livro, se apaixonem e não esqueçam dos lencinhos de papel! Espero que o segundo volume não demore muito para chegar! 



Ainsley entrou em minha vida trazendo uma enxurrada de cores vibrantes, iluminando meu mundo quando tudo parecia perdido.
Não foram nossas noites tranquilas perto do riacho ou os beijos roubados em campos de algodão que me salvaram.
Foi ela.
Ela foi meu refúgio quando a vida jogou uma tragédia atrás da outra nas minhas costas.
Até que ela me deu o maior golpe.
Agora, o abandono, a traição e a morte obscurecem todos os cantos da minha vida. Raiva e mágoa ardem onde o amor e a confiança um dia viveram.
Mas agora ela está de volta. Claro, ela mudou, mas consigo ver seu interior - com os olhos do coração.

Lido em: Maio de 2019
Título: Com os olhos do coração - Corações #1
Autora: Amie Knight
Editora: Cherish Books Br
Gênero: Romance
Ano: 2019
Páginas: 271
Adicione no Skoob | Compre: Amazon

*E-book cedido pela Editora em parceria*
Continue lendo

Resenha: No badalar da meia-noite #1

Oi, Leitores!!!

Primeira vez que leio algo da Tara Sivec e estou completamente apaixonada pela autora. No badalar da meia-noite é uma história super divertida, motivacional e com um romance que toda mulher merece!

A leitura foi extremamente prazerosa e espero conseguir passar para vocês nessa resenha tudo que senti durante a leitura.
Vamos conhecer Cynthia, uma mulher de 32 anos, dona de casa e esposa perfeita. Desde que se casou com Brian, ela se dedicou a família e também a comunidade, afinal era a presidente da Comissão de Eventos da Vizinhança.

Ela demonstrava ter a vida perfeita, amava ter a casa mais bonita do bairro e aparentemente não tinha do que reclamar.

Vocês conseguem acreditar em toda essa perfeição? Eu espero que não! Realmente, ela se esforçou (até demais!) para ser a melhor esposa do mundo, aprendendo com a sogra todas as suas lições, mas isso não foi suficiente, pois Brian a trocou pela babá, deixou ela sem dinheiro e bloqueou todos os cartões. Cynthia precisava encontrar uma forma de sobreviver e ainda tinha que lidar com o sogro que tinha certeza que ela sabia onde estava o dinheiro que o filho desviou da empresa.
Eu consigo fazer isso.
Eu vou mostrar para todos que é possível para uma dona de casa cuidar de si mesma.
Mesmo que para isso ela tenha que ser uma stripper.
É isto mesmo que você leu, a solução encontrada por ela foi essa. Mas ela não estará sozinha nessa, toda essa aventura vai ser vivida ao lado de Ariel e Belle, duas mulheres que ela nunca imaginou que poderiam ser suas amigas e que neste momento também estão enfrentando sérios problemas financeiros. Mas essa ideia não surgiu do nada, mas sim depois de uma situação que elas irão enfrentar por estarem vestidas com suas roupas de princesa na festa de Halloween no bairro.

As coisas não serão nada fáceis, afinal além de lidar com a decepção com o Brian, com a revolta da filha adolescente e com os problemas financeiros, Cynthia irá lutar uma batalha interna entre quem ela é de verdade com quem ela se tornou para agradar as pessoas.

É muito difícil você se libertar, mas o apoio da louca da Ariel e da CDF da Belle, as coisas ficarão mais fáceis e muito divertidas para quem está lendo. Além disso, um belo par de olhos azuis irá cruzar o seu caminho e abalar o seu mundo lhe dando o que ninguém nunca lhe deu e assim mostrando a ela o que ela realmente merece.

Mas não achem que sua transformação e luta serão baseadas em um novo amor, pois não será. Mesmo depois de tanto tempo, Cynthia irá aprender o poder do amor próprio, do se livrar de julgamentos vazios, ressignificando crenças e valores e percebendo que por muitas vezes, o que os outros pensam é apenas o que eles pensam.
(...) mas farei isso por mim. Porque eu preciso de uma mudança. Porque eu preciso de um lembrete de que sou uma mulher forte e independente, que pode fazer as coisas acontecerem. Com um pouco de confiança e com as minhas novas amigas ao meu lado, posso fazer qualquer coisa.

O livro traz uma pegada de realidade, pois acho que todo mundo já passou por esse dilema o que eu quero x o que os outros acham que devo querer e assim, mesmo sendo um romance super divertido e com uma pegada erótica, a autora nos faz pensar até onde vale a pena abrir mão de quem somos.

Uma outra coisa que acho super bacana é que la nos mostra o que é um relacionamento de merda (que na verdade não é nada) e um relacionamento saudável com amor, respeito e companheirismo.

Um livro que nos mostra o que é empoderamento feminino e sororidade de forma divertida. A escrita da autora é leve, fluida e envolvente, comecei a leitura e quando dei por mim já estava nas últimas páginas.

Um livro que mais do que recomendo, além de uma história incrível, o livro está com uma edição maravilhosa desde a tradução até a diagramação do livro, senti daqui todo o amor depositado pela editora.

Ah, escutem essa música. Um dos momentos que mais amo do livro foi marcada por ela, então imaginem o que pode ser, mas não só isso, leiam logo e comentem comigo!!!!


Era uma vez, Cynthia, a perfeita dona de casa. Entre ser presidente da Comissão de Eventos da Vizinhança e manter a casa sem um fio de cabelo (ou suas pérolas) fora do lugar, sua vida era o sonho que se tornou realidade. O marido fora seu cavaleiro de armadura brilhante, mas agora ele tinha fugido com todo o dinheiro deles... e com a babá.
Vestida como princesa na festa anual de Halloween do bairro em Farytale Lane, ela conhece duas "princesas" que também enfrentam problemas financeiros: Ariel, a dona de uma loja de antiguidades, e Isabelle, uma bibliotecária. Quando as mulheres são convidadas a vestir suas fantasias em uma festa e são confundidas com strippers, Cindy, Ariel e Belle percebem que uma mudança de carreira poderia ser a melhor maneira de fazer seus problemas desaparecerem.
Mas poderia uma recatada Cindy se aproximar de um pole dancing sem seus paninhos de limpeza? E poderia o “anti-príncipe” de olhos azuis que apareceu no caminho de Cindy, ser seu final feliz? 'No Badalar da Meia-Noite' é uma hilária e empoderada história onde princesas podem salvar a si mesmas abalando em seus stilettos.

Lido em: Maio de 2019
Título: No badalar da meia-noite - The Naughty Princess Club # 1
Autora: Tara Sivec
Editora: The Gift Box
Gênero: Romance
Ano: 2019
Páginas: 235
Adicione no Skoob | Compre: The Gift Box (use o cupom 3leitoras_15)
*Livro cedido pela Editora em parceria*
Continue lendo

Resenha: A Contrapartida

Oi, Leitores!

Hoje é dia de falarmos de um thriller do autor nacional Uranio Bonoldi que foi lançado recentemente pela Editora Valentina e como sou apaixonada pelo gênero, fiquei bem curiosa pela história. Eu amo todo o suspense e mistério que este gênero proporciona, sempre fico com o coração acelerado e louca para desvendar toda a história.
Neste livro, vamos acompanhar a história de Tavinho, um adolescente que perdeu o pai quando tinha 4 anos e foi criado pela sua mãe Cristina e por Iaúna.

Por mais que se esforce, Tavinho vem enfrentando sérios problemas na escola e não existe reforço escolar que lhe ajude. A cada nota baixa ou chamada de atenção, a estima dele é atingida. Tavinho está triste e envergonhado, pois queria muito orgulhar a sua mãe e honrar a memória do pai, que era muito inteligente e reconhecido no seu meio. Sem contar, que do jeito que ia nunca realizaria seu sonho de ser médico e salvar vidas.

Iaúna é uma índia que viu toda a sua tribo ser dizimada por garimpeiros e um pouco tempo depois ela conheceu Cristina que se encantou por ela e acabou a levando para São Paulo. Iaúna tornou-se uma pessoa da família, conquistando seu espaço e tornando-se alguém fundamental na vida deles, principalmente depois da morte do marido de Cristina.

Ao ver Tavinho tão triste e abatido, Iaúna lhe oferece uma ajuda que será a solução dos seus problemas e inseguranças. Ela irá compartilhar com ele um dos rituais da sua tribo que concedia uma inteligência diferencial a quem tomasse uma bebida em um período de lua cheia, porém era necessário aceitar todas as consequências do ritual, nunca compartilhando nada sobre ele e a forma como os ingredientes são coletados.

Tavinho, depois de escutar todo o relato da Iaúna, precisar pensar e é isso o que ele faz. E aqui fica o grande questionamento: Vale a pena aceitar todos os termos do ritual para a realização do seu grande sonho?

Eu procuro ser sempre muito sincera com vocês e tenho que dizer a vocês que apesar de muito animada com a história, infelizmente ela não funcionou para mim e vou dizer quais pontos me incomodaram. 

Eu descobri muito rápido qual o mistério estava envolvido na história e isso me desanimou um pouco, tanto que deixei o livro de lado e enrolei, pois isso me tirou o que mais gosto no gênero que é ficar imaginando  milhares de possibilidades. 

A história não me prendeu e infelizmente teve furos ficando com coisas mal explicadas, mas o final da história foi uma excelente ideia do autor e este foi o momento do livro em que meu queixo caiu e falei PQP, fudeu! E mesmo já tendo sacado o que envolvia a história, as atitudes dos personagens na cena final foram coerentes, só queria um embate mais caloroso mesmo.

Mas preciso dizer a vocês que a escrita do autor é fluida e isso faz com que a leitura seja rápida, nos prendendo ao livro e uma coisa é fato, apesar de tudo, me mantive curiosa em saber o que aconteceria e até mesmo se o que eu acreditava estava correto, já que eu nunca acerto os mistérios, pois sou  uma péssima detetive.

E como a minha opinião não é soberana e vi que o livro teve resenhas positivas de outros leitores, aconselho que se você ficou curioso pela história, se permita e leia. Afinal, a experiência de leitura é única e individual, os livros causam emoções diferentes.


"O que poucas pessoas têm em mente é que Cultura, no sentido mais amplo da palavra, não se restringe apenas ao entretenimento. O objetivo maior e primeiro da Cultura é nos transformar em pessoas melhores, agregando novos conhecimentos e percepções sobre nós mesmos, os outros e o entorno em que vivemos – é isso que A Contrapartida faz. A sua leitura nos proporciona uma série de profundas e valiosas reflexões sem, contudo, deixar o entretenimento e o suspense de lado. Com relação ao suspense, gostaria de fazer uma breve analogia com o mundo do cinema para ser mais claro em minha exposição. Um bom thriller é aquele que nos causa ansiedade para ver a próxima cena e nele os acontecimentos não são óbvios e declarados. Enfim, é o que aconteceu comigo quando li A Contrapartida – eu queria saber o que estava para acontecer na próxima página, de modo a poder ligar os fatos apresentados no livro e ter as respostas às perguntas que a leitura indiretamente me fazia. Inevitavelmente, a leitura do livro me remeteu à Hollywood. Quando nos referimos a thrillers, logo vem à mente o nome de Alfred Hitchcock, cuja genialidade se encontrava em entender profundamente a psiquê do ser humano e em criar um estado emocional tão intenso no público, que seus filmes se transformavam imediatamente em sucesso. Essa mesma genialidade foi reproduzida aqui neste livro. O autor conseguiu criar caminhos mentais de condução de nós, leitores, em um mundo imaginativo de suspense e mistério dignos de um grande blockbuster.” Lion Andreassa – produtor e diretor de cinema da Lumix Art Films
Lido em: Maio de 2019
Título: A Contrapartida
Autora: Uranio Bonoldi
Editora: Valentina
Gênero: Suspense e Mistério/Nacional
Ano: 2019
Páginas: 336
Adicione no Skoob | Compre: Amazon
*Livro cedido em parceria com a Editora*
Continue lendo

Resenha: Para todos os garotos que já amei #1

Oi, Leitores!!!

No desafio de março do #DLBaianas, precisava escolher um livro que tinha sido adaptado para as telonas e eu aproveitei para ler Para todos os garotos que já amei. Sei que estou atrasada, que esse livro é das antigas, mas o que importa é que eu li e estou apaixonada pela história.
Quem nunca foi um pouco de Lara Jean nessa vida que atire a primeira pedra! 

Ela tem um certo ritual, escrever cartas para todos os garotos que amou e todas elas possuem um certo quê de despedida, ela escreve quando entende que não dá mais para seguir com esse sentimento, mas o interessante é que nenhum deles sabe o que ela sentia, pois nunca se declarou e nunca enviou as cartas também. E é justamente por não ter pretensão alguma de enviá-las que as cartas são regadas a verdade e sinceridade.
Se o amor é como uma possessão, talvez minhas cartas sejam meu exorcismo. As cartas me libertam. Ou pelo menos deveriam.
O que ela não contava era que estas cartas fossem enviadas aos seus destinatários, que são 5 garotos. Alguns que ela não vê a tempos, mas outros ainda estão em seu convívio e isso a enlouquece, principalmente por um dos garotos.

Ela só percebe que as cartas sumiram, quando um dos garotos fala com ela sobre o conteúdo da carta e a partir daqui a vida de Lara Jen vai virar uma montanha russa. Ela fará escolhas que mudará muitas coisas em sua vida e irá mexer profundamente com seus sentimentos.

Acho que tudo isso fará também com que ela se conheça melhor e de cara percebi o quanto ela se cobra e isso é tão cansativo, chega um determinado momento que a gente não suporta e óbvio que as coisas deram errado e ela sentiu seu mundo desmoronando.
O amor é assustador; ele se transforma; ele murcha. Faz parte do risco. Não quero mais ter medo. Quero ser corajosa…
Poderia listar milhares de motivos que me fizeram amar esse livro e me fazer ficar ansiosa para dar continuidade na leitura da trilogia. Então, vou falar sobre alguns destes motivos.

A escrita da Jenny é maravilhosa, ela conseguiu nos trazer uma história incrível de forma leve e divertida, construiu personagens apaixonantes e fundamentais para cada uma das situações, trouxe o drama na medida certa, sem exageros e muitas firulas. A leitura é prazerosa, faz com que a gente se identifique com os personagens, nos traz uma certa dúvida sobre o caminho que ela deve escolher, nos faz sentir muitas emoções de forma doce e marcante.

Esse é daqueles livros que entra para os queridinhos e que a gente tem vontade de indicar para todo mundo, agora entendo porque as amigas me falaram tanto para conhecer a história e com certeza, mais do que mereceu ganhar um filme, que até hoje não assisti, pois queria ler o livro primeiro. Em breve, devo falar sobre ele aqui com vocês.


Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos.
Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

Lido em: Abril de 2019
Título: Para todos os garotos que já amei
Autora: Jenny Han
Editora: Intrínseca
Gênero: Romance
Ano: 2015
Páginas: 320
Adicione no Skoob | Compre: Amazon
Continue lendo