Resenha: Uma chance para recomeçar




Olá, leitores!!!



Por quantas vezes na sua vida você esteve acomodado (a)? E em quantas dessas vezes você se propôs a sair da acomodação? E nessa sua experiência, em quantas vezes você culpou o destino dos obstáculos ou resultado e consequência das coisas que lhe aconteceram?

Osho nos diz que há uma grande diferença entre resultado e consequência. O resultado é algo que você conscientemente deseja e o resultado é um subproduto. Ou seja, o resultado vem do “esforço consciente” e a consequência é algo acontecer sem que você tenha tanta ansiedade para que isso se faça, se por acaso você se esforça para obter felicidade, “a ânsia pelo resultado será seu próprio obstáculo”.

É nesse universo de resultados que vivem Carina e Aurélio. Ela, uma mulher bem sucedida no trabalho que de tanto dedicar-se a gerência dos negócios da família se afogue no estresse. A solidão não a incomoda, mas um incidente com sua saúde a apresenta a Aurélio. Ele, um homem triste e conformado com a tragédia que o afastou da sua família.

Resenha: Maio de Segredos - Janeiro a Janeiro #5






Oi Leitores!!!

Eitaaaa... Pensa na pessoa que não terminou de ler os contos de Janeiro a Janeiro da Aline Santa’Ana?... Eu, claro.
Mas ontem queria algo bem rápido e tal, pois sabe como esta minhas leituras? ATRASADAS, daí lembrei-me desses contos. Ahhhh gente. Melhor coisa pra engatar nas leituras.
Vamos lá conhecer Maio de Segredos.

Estamos em Portugal, e seus sotaques fofinhos (sim, no livro está com sotaque e eu achei bonitinho), porém Derek é um adolescente brasileiríssimo, que se mudou para viver em melhores condições com sua família na terra do Pastel de Belém.

Parceria: Juliana Parrini



Oi, Gente!!!

Estou realmente muitooooo feliz com a mais nova parceria do blog! A Juliana Parrini é uma autora nacional incrível... Então, fica aqui comigo e venha conhecer um pouco mais sobre ela e o seu trabalho.


Acredite, vale muito a pena! 😍😍😍

Resenha: Meu Erro



Oi, Leitores!!!!



Eu já estava com esse livro no meu Kindle há um bom tempo e com o lançamento de Minha Rendição (terceira publicação vinculada a série), decidi iniciar a leitura de imediato e cá estou para falar dele com vocês.

Já aviso de imediato, caso decida fazer a leitura deste livro, tenha em mente que a mesma será tensa, carregada de sentimentos e por diversas vezes você irá parar para respirar, pois foi exatamente assim que me senti.

Errar é humano. Essa é uma das verdades absolutas da vida.



Acho que já vi essa capa?! Livros Diferentes, Mesma Foto de Capa!

Resultado de imagem para eu já vi antes


Você assim como eu é um admirador nato de belas capas?
Se sim, confira essa matéria e compartilhe comigo desse sentimento de 
"Já vi essa capa... não pérai"

Existem alguns livros com capas que possuem praticamente a mesma imagem... na verdade são as mesma imagens, porém com um trabalho gráfico diferente de cada capista (alguns fazem um ÓTIMO trabalho, por sinal), mas tem imagens que estão em todos os banco de dados e são usadas com tanta frequência que me pergunto se é preguiça de procurar uma imagem. Não me levem a mal, pois claro que eu sei que é um gasto no processo de desenvolvimento da capa e uma foto exclusiva, as vezes fica um pouco salgado para o autor, ainda mais quando ele esta fazendo uma publicação independente. Mas vamos verificar algumas cadas com imagens iguais, e gostaria da opinião de vocês se ficou boa ou não. Ok?!.


Aqui temos o primeiro livro da série de Bree Despain, the Dark Divine, lançado no fim de 2009 - fundo preto, moça enrolada numa organza, pele pálida. Exatamente a mesma foto que a Galera Record usou para a nova edição do livro de Meg Cabot, Assombrado, da série A Mediadora, que eles lançaram em agosto de 2009. Apenas um filtro usado para mudar a tonalidade, do mais... tudo igual!










Resenha: Bela Chama - Irmãos Maddox #4



Olá Leitoras,

Uma saudade imensa de escrever para vocês, mas a vida é um ciclo infinito perfeito e simétrico como o bater das asas do beija-flor. E de beija-flor a família Maddox, principalmente os homens Maddox, entendem bem.

A vida dos rapazes Maddox é tecida de ausências, saudade, união e muito amor fraterno. A prova é que desde as loucuras vividas por Travis acompanhamos os irmãos sempre preocupados com o bem estar e segurança um do outro. E quando isso acontece com os gêmeos a coisa fica ainda mais séria.

Agora é a vez do nômade Tyler deixar as flechas do cupido lhe acertarem o peito e enterrar toda a arrogância e gostosura inerente a ele serem testadas e desafiadas pela nada inocente Ellison Edson.

Novidades: Extraordinário - Filme


Oi, Leitores!!!

Para quem está ligado nas adaptações de livros nas telonas, sabe que 2017 estará recheado de novidades.

Extraordinário é um dos melhores livros que li até hoje na minha vida, a forma como ele aborda o tema nos faz pensar e repensar muitos conceitos, crenças e verdades.

Saber que um dos meus livros prediletos iria virar filme me encheu de alegria e aí já começa aquela ansiedade louca para saber quando será lançado, quem serão os atores e etc.

O filme tem sua estréia marcada para 11 de maio de 2017 no Brasil e está sendo dirigido por Stephen Chbosky de As Vantagens de Ser Invisível e roteiro de Steven Conrad.

No elenco teremos, Julia Roberts, Jacob Tremblay e Owen Wilson como Isabel Pullman, Auggie Pullman e Nate Pullman, respectivamente.

Resenha: O Diário de Bridget Jones



Oi, Leitores!!!

O que mais gosto de participar de Clubes do Livro é a oportunidade de ler livros que talvez, sozinha, não escolhesse para ler.


Pasmem, mas eu nunca havia lido o famoso "O Diário de Bridget Jones".

A capa ao lado foi do livro lançado em 1998 publicado pela Record e recentemente a Editora Paralela do grupo Companhia das Letras relançou o livro com uma capa lindíssima em comemoração aos 20 anos de publicação. (continue lendo e veja a capa nova).

O livro é um chick lit, escrito em forma de diário e por uma mulher extremamente real, que escreve suas metas (por mais bobas ou não que sejam), medos, inseguranças e que ainda precisar lidar com uma sociedade altamente estereotipada que não sabe lidar com uma mulher de 30 anos que ainda não casou e não teve filhos. Confesso que me identifiquei e muito com a personagem.

Seu diário é cheio de humor, revelações, medo, raiva, insegurança, oscilações de estima, confiança, desejo de mudança, entre tantas outras coisas. Qual mulher nunca escreveu uma linha sequer sobre isso? Acho que todas nós já escrevemos um diário alguma vez durante uma fase da vida (senti até saudades dos meus!!! 💗)