Resenha: Vox

Oi, Leitores!

Quando recebi esse livro na Caixa Skoob "Mulheres" fiquei super empolgada, acreditava que a leitura iria me trazer muitas reflexões e acertei nisso, poderia ter sido uma leitura mais rápida se não tivesse parado para refletir, respirar e digerir algumas coisas.

E escolhi ele como meu primeiro livro do Desafio dos Ig´s Irmãos.

Este livro é considerado uma distopia atual e sua proposta é falar de empoderamento e luta feminina.
Imagine, você mulher, viver em um mundo onde você só pudesse falar 100 palavras por dia, não poderia ter nenhuma profissão e o seu único papel seria cuidar da casa, dos filhos e do seu marido. Você não poderia ler livros, acessar internet e nem mesmo receber as correspondências em sua própria casa.
Virei uma mulher de poucas palavras.
Conseguiu imaginar? Extremamente cruel não? Pois é neste mundo que a Dra. Jean McClellan passará a viver após o decreto do governo. Ela não consegue acreditar que algo assim aconteceu e inicialmente vive em negação, até presenciar fatos contra quem não cumpre aquilo que foi decretado, despertando para realidade e ela nem imagina que isso é apenas o começo.
É das coisas pequenas que mais sinto falta: porta-lápis nos cantos de cada cômodo, cadernos enfiados entre livros de receitas, a lista de compras no quadro da parede ao lado do armário de temperos. Até os velhos ímãs de geladeira com poemas, com os quais Steven costumava inventar frases ridículas no dialeto ítalo-americano, morrendo de rir. Tudo se foi, se foi, se foi. Como minha conta de e-mail. 
Durante a leitura vamos acompanhar a vida de Jean, seu passado e seu presente, podendo compreender como tudo começou, como ela se comportava diante dos primeiros acontecimentos, quais eram suas lutas e prioridades. E com isso também vamos entender muitos dos seus sentimentos, medos e revoltas.

São justamente nessas passagens que começo a refletir, fico pensando em como me comportaria se eu estivesse no lugar de Jean, quais seriam as minhas escolhas, quais seriam as minhas lutas. É difícil imaginar como seria um mundo assim, mas quando fui conhecendo como as coisas aconteceram até chegar naquele ponto, pensava "será que é mesmo tão difícil algo assim acontecer?".
E é assim que perco a voz pela segunda vez. Com um estalo que parece uma bomba.
Uma certeza Jean tem, ela não quer aquele mundo para seus filhos, onde as meninas vão para escola aprender como ser uma esposa e mãe, onde os meninos podem estudar, ir pra faculdade e só eles podem tomar decisões.

Jean se vê perdida, mas em algum momento uma oportunidade surge e é aqui que ela decide lutar por ela, por sua filha e por todas as mulheres silenciadas.

A leitura foi muito boa para mim, adoro ler livros que me fazem refletir, que me ensinam algo novo, que mexe com os meus sentimentos. Vox me proporcionou exatamente isso. O início da leitura foi mais demorado, justamente por causa dessas reflexões, mas depois da página 200 mais ou menos, eu precisava saber no que iria resultar tudo o que Jean estava fazendo e aí só consegui parar realmente quando cheguei ao fim.

Confesso que não consegui enxergar este livro como uma distopia, não sei dizer se isso é bom ou se isso é ruim, de verdade. Pois, diariamente percebo que muitos querem calar ou podar as mulheres e eles nem precisam de um decreto para isso. Mas ao mesmo tempo, percebo o quanto as mulheres tem si conscientizado sobre o nosso papel na sociedade e as lutas que enfrentamos, ainda não chegamos lá, mas uma certeza precisamos ter, nunca irão nos calar.

Um livro com grandes reflexões, que acredito que poderia ter se aprofundado um pouco mais em algumas discussões, mas que com certeza tem uma contribuição positiva.


Uma distopia atual, próxima dos dias de hoje, sobre empoderamento e luta feminina.
O SILÊNCIO PODE SER ENSURDECEDOR #100PALAVRAS
O governo decreta que as mulheres só podem falar 100 palavras por dia. A Dra. Jean McClellan está em negação. Ela não acredita que isso esteja acontecendo de verdade.
Esse é só o começo...
Em pouco tempo, as mulheres também são impedidas de trabalhar e os professores não ensinam mais as meninas a ler e escrever. Antes, cada pessoa falava em média 16 mil palavras por dia, mas agora as mulheres só têm 100 palavras para se fazer ouvir.
...mas não é o fim.
Lutando por si mesma, sua filha e todas as mulheres silenciadas, Jean vai reivindicar sua voz.

Lido em: Janeiro de 2019
Título: Vox
Autora: Christina Dalchr
Editora: Arqueiro
Gênero: Distopia/Ficção
Ano: 2018
Páginas: 320
Adicione no Skoob | Compre: Amazon
Continue lendo

Resenha: Eu posso te ouvir

Oi, Leitores!

Descobri a escrita da Cristina Valori no ano passado quando li Notas de Amor e fiquei completamente apaixonada pela forma como ela conduz a história. 

Quando ela me mostrou esse conto, fiquei reflexiva e muito emocionada durante a leitura, eu meio que já passei por uma situação como a da Carolina e talvez isso é que tenha feito com que me identificasse com a história.
Carolina é uma estudante de enfermagem que está estagiando em um hospital e se tem uma coisa que ela ama fazer é conversar, ela não consegue simplesmente cuidar do paciente e sair, ela gosta de conversar, criar laços e assim acredita que consegue levar um pouco de conforto a elas.

A única filha, ela ajuda sua mãe nas encomendas de bolos e doces com sua especialidade que é o brigadeiro e ainda trabalha de garçonete em um restaurante e acredite, lá ela também ama conversar e é justamente o fato de ser ignorada por um cliente que faz com que ela fique intrigada e aí ela fica curiosa demais em saber quem é esse rapaz e porque ele a ignora assim.

E é essa vontade louca que faz com que ela se envolva em uma pequena confusão, mas no final o objetivo principal aconteceu, ela consegue se aproximar do cliente misterioso.

A partir daqui, teremos um mundo de descobertas, conhecimento, empatia, compreensão e amor... Muito amor!!! Todo esse romance deve ser vivenciado de forma única, então manterei meus dedinhos bem quietos e não vou contar nadinha a vocês.

Mas posso dizer que este conto te fará suspirar, emocionar e se apaixonar. A Cris tem uma característica incrível como autora, ela consegue trazer leveza aos problemas, tornando a leitura doce e emocionante.
Uma leitura que pode ser realizada em um dia fresquinho e feliz acompanhada de sua bebida preferida e finalizada com o brigadeiro do sonhos.
Fazia parte da personalidade de Carolina conversar até a exaustão ou, ainda, permitir que a curiosidade assumisse o controle. No entanto, a garçonete se depara com um cliente indiferente às suas qualidades, se vê totalmente envolvida pelo mistério que o homem representava.
Uma confusão doce e divertida de como o amor pode te surpreender e ultrapassar obstáculos intransponíveis à primeira vista. Ouça tudo que seu coração diz, ele sempre dá os sinais certos.
Lido em: Janeiro de 2019
Título: Eu posso te ouvir
Autora: Cristina Valori
Gênero: Romance/Nacional
Ano: 2018
Páginas: 137
Adicione no Skoob | Compre: Amazon
Continue lendo

Resenha: Destinos do Amor

Oi, Leitores!!!

Primeiro livro publicado pela Cherish Books e vamos combinar que já chegaram lacrando. Até agora estou completamente sem ar e me vi completamente envolvida durante a leitura.

Ela era uma ladra, mas escolheu ser muito mais que isso. Ele um cowboy incrível, aquele que mesmo sem ela esperar, a enxergou.
Everly é uma menina que passou por muitas coisas ruins na vida, foi abandonada pelos pais, viveu em milhares de lares, foi maltratada em muitos, viveu na rua, até o dia que bateu em um porta e encontrou de verdade alguém que a ajudou, a Momma Lou.

Antes da Momma Lou, era como se eu estivesse me afogando constantemente, como se me encontrasse no fundo de uma piscina, e toda vez que atingia a superfície era empurrada para baixo, novamente, ofegando por ar. Agora eu estava livre. Finalmente podia respirar. 

E foi Momma Lou que conseguiu para ela um trabalho de verão em uma fazenda de pêssegos. Everly achou que seria apenas um trabalho, mas lá ela encontrou muito mais do que esperava, inclusive Cole, aquele cowboy que sempre povoou as suas lembranças e que a enxergou de uma forma que quase ninguém fazia.

Eles se conheceram há quatro anos, um único dia e muitas memórias. Reencontrá-lo mexerá e muito com Everly, principalmente porque ela irá perceber que o brilho que ele tinha nos olhos se apagou e isso a deixou intrigada.

É aqui que toda a história começa, teremos capítulos sobre o que ela está vivendo hoje na fazenda, um novo mundo pra ela, ao lado de Cody, Joe, Cole e Marla e teremos outros capítulos sobre como foi o encontro no trem com o Cole e como tudo aconteceu.

Durante o verão, ela descobrirá muito sobre si, Everly é uma excelente amiga, é cuidadosa, amorosa e com uma sede enorme de viver. Ela deixará muitas memórias em todos que estão convivendo com ela, a cada capítulo você com certeza irá se encantar.

Cole é um homem incrível, se eu só pudesse descrevê-lo com uma palavra seria Genuíno. A sua presença, bondade e lealdade são marcantes e também nos conquistará. Além claro, de ser lindo!  Resumindo: Todo mundo quer um Cole para chamar de seu.

Eu não quero contar da história, mas do que já contei até aqui, mas o que posso dizer é que me vi completamente envolvida pela história de superação, amor e perdão que a Everly viveu. Durante a leitura, fiquei tentando encontrar trechos nessa história que pudessem sem comparadas ou igualadas a de outras e simplesmente não encontrei nenhuma, para mim foi um livro único!

O ritmo da história é perfeito e eu fui sendo surpreendida a cada passar de página, a cada passar de capítulo e quando achei que o felizes para sempre chegou, uma descoberta abalou as minhas estruturas e foi exatamente aqui que caiu milhares de ciscos nos meus olhos e fui obrigada a derramar lágrimas. Mas algo eu posso dizer, o felizes para sempre chega e ele é de tirar o ar.

Primeira vez que li algo da Amie Knight e fiquei encantada com a sua forma de escrita, ela nos envolve, tem um ritmo excelente, nos faz refletir e traz muitas lições. Sem contar, que traz uma cenas quentíssimas e me senti a Kate Perry no clipe Firework.
Se posso pedir algo a vocês é: dê uma oportunidade a essa leitura, garanto que vocês vão se apaixonar! Já comecei o ano com uma leitura incrível que conquistou um cantinho no hall dos favoritos da vida.


Eu era uma ladra.A garota invisível que ninguém conseguia enxergar.A mulher que escolheu ser mais do que isso.
Ele era tudo.Um cowboy extraordinário que roubou meu coração quando eu tinha dezesseis anos.O homem devastado por quem eu ainda estava apaixonada, mesmo quatro anos depois.
O trem foi onde nos conhecemos.Onde nossos destinos entraram em colisão.Onde as verdades se descarrilaram.O lugar onde nossa história de amor terminou.

Lido em: Janeiro de 2019
Título: Destinos do Amor
Autora: Amie Knight
Editora: Cherish Books BR
Gênero: Romance
Ano: 2019
Páginas: 301
Adicione no Skoob | Compre: Amazon
*Livro cedido pela Editora em parceria*

Continue lendo

Resenha: O primeiro Natal

Oi, Leitores!!!

Todo leitor da Bianca Briones e que é apaixonado pela série Batidas Perdidas enquanto espera o lançamentos dos próximos livros fica querendo saber um pouquinho de como anda a vida dos personagens.

Por isso, a Bianca aproveitou as comemorações de final de ano e decidiu escrever um breve conto que mostrará como foi o primeiro Natal da Viviane e do Rafael após a chegada da primeira filha deles.
Mais uma vez, ela nos traz lições e todos aqueles que já perderam entes queridos com certeza irão se identificar com a história, pois teremos as lembranças do Rafa de quando a mãe e irmã ainda eram vivas e também lembranças da Vivi relacionadas ao seu pai.

E durante a leitura pudemos perceber que a dor e a saudade sempre nos acompanham, mas que também encontramos outras razões na vida para continuarmos sendo felizes. 

Foi uma leitura deliciosa e se você é fã da série como eu, com certeza irá adorar.


O Primeiro Natal é um conto da série Batidas Perdidas, em que Rafael e Viviane retornam para mostrar seu primeiro Natal como pais.
Nessa época tão linda e encantadora do ano, veremos como está a vida dos dois, como estão lidando com as perdas que tiveram ao longo dos anos e o quanto seu amor é forte para sustentá-los.

Lido em: Janeiro de 2019
Título: O primeiro Natal - Conto da Série Batidas
Autora: Bianca Briones
Gênero: Jovem Adulto
Ano: 2018
Páginas: 29
Adicione no Skoob | Compre: Amazon
Continue lendo

TOP 5: Os melhores de 2018

Oi, Leitores!!!

Último dia do ano e este foi um ano cheio de reviravoltas no mundo literário e meu maior desejo é que a gente possa continuar lendo muito, tendo muitos lançamentos, novos autores, que as livrarias que estão passando por dificuldades encontrem uma solução e que a gente continue incentivando a leitura.

Com o objetivo de relembrar as leituras deste ano, decidi escolher as cinco melhores do ano e não foi muito fácil escolher não, pois tive muitas leituras especiais.
A ordem que vou apresentar para vocês é a ordem de leitura, espero que vocês curtam as escolhas e se você ainda não leu algum deles, inclua na sua lista de leitura de 2019.

O Fundo é Apenas o Começo - Neil Shusterman- Editora Valentina - Clique aqui e confira a resenha.

Esse foi um livro que mexeu com minhas estruturas. Foram tantos sentimentos vividos, que me tirou da minha zona de conforto.

A leitura me fez refletir muito sobre o meu papel enquanto cidadã e futura psicóloga.



O que dizem seus olhos - Florencia Bonelli - Editora Essência - Clique aqui e confira a resenha.

Esse livro foi indicação de algumas amigas e foi uma leitura incrível.

Fiquei apaixonada pela história e a autora me deixou de boca aberta ao conseguir trazer tantas informações e não oferecer uma leitura cansativa.

Continuo na torcida para que mais livros desta autora sejam publicados no Brasil.


Sunshine - M. S. Fayes - Editora Pandorga - Clique aqui e confira a resenha.

Tinha que ter livro da minha diva, tinha que ter esse romance florzinha que enche meu coração do mais puro sentimento.

Apesar de ser um livro mais voltado para adolescentes, ele pode ser lido por pessoas de qualquer idade e em momento algum poderá achar que ele é bobo

Um livro leve, surpreendente, envolvente e cheio de luz.

Todo tempo do mundo - Maurício Gomyde - Editora Astral Cultural - Clique aqui e confira a resenha.

Eu venho acompanhando o trabalho do Maurício e a cada livro fico cada vez mais encantada pelo seu trabalho. Este livro transborda amor e muitas reflexões. Para mim foi uma leitura profunda e poética.

Conclui a leitura muito emocionada e com a certeza de que mesmo que a felicidade seja apenas um momento e não uma condição de vida, devemos colecionar cada um deles em nossa memória e nos nossos corações.

Uma Noiva para Winterborne - Lisa Kleypas - Editora Arqueiro - Clique aqui e confira a resenha.

Esse é o tipo de livro que você se apaixona de cara pelos personagens. Me apaixonei pelo Rhys, me surpreendi com a Helen e esse livro superou todas as expectativas que eu tinha com relação a ele.

O livro tem uma história incrível e traz uma mistura de diálogos divertidos, cenas românticas e outras que pegam fogo...


Essas foram as minhas escolhas e você? Quais foram as suas melhores leituras do ano? Leu alguma das histórias que eu escolhi aqui?
Continue lendo