Resenha: A Lista de Brett



Olá, Leitores!!!


Lido em: Março/2015
Título: A Lista de Brett

Autora: Lori Nelson Spielman

Editora: Verus

Gênero: Romance/Nacional

Ano: 2014
Páginas: 364

Sinopse: A Lista de Brett - Brett Bohlinger parece ter tudo na vida — um ótimo emprego como executiva de publicidade, um namorado lindo e um loft moderno e espaçoso. Até que sua adorada mãe morre e deixa no testamento uma ordem: para receber sua parte na gorda herança, Brett precisa completar a lista de sonhos que escreveu quando era uma ingênua adolescente.
Deprimida e de luto, Brett não consegue entender a decisão de sua mãe — seus desejos adolescentes não têm nada a ver com suas ambições de agora, aos trinta e quatro anos. Alguns itens da lista exigiriam que ela reinventasse sua vida inteira. Outros parecem mesmo impossíveis.
Com relutância, Brett embarca numa jornada emocionante em busca de seus sonhos de adolescência. E vai descobrir que, às vezes, os melhores presentes da vida se encontram nos lugares mais inesperados.

Uma amiga querida comentou sobre este livro no Facebook dizendo que amou, que era perfeito rs. Se é bom, então vamos ler! A capa é encantadora, transmite uma sensação de liberdade e tranquilidade.

É o primeiro romance de Lori Nelson Spielman, escrito em primeira pessoa e gira em torno de Brett, uma mulher que acredita ter tudo na vida: um ótimo emprego, uma casa perfeita, um namorado lindo, uma família encantadora, boas amigas e não se preocupa com dinheiro. Mas com a morte de Elizabeth, sua mãe, as coisas mudam e nem tudo é perfeito assim.

Mãe e filha eram muito unidas, compartilhavam seus segredos e tinham um ótimo relacionamento, como melhores amigas. Os meses de quimioterapia foram terríveis para as duas e com a morte da mãe, Brett fica inconsolável. Elizabeth tinha mais dois filhos que, recebem a herança; mas a única coisa que Brett recebe é uma lista de sonhos amassada, que foi feita na sua adolescência e que nem se lembrava mais. Sonhos esses que nem fazem mais parte da sua vida, ou ao menos ela acha que não.

A cada sonho realizado, Brett recebe uma carta escrita por sua mãe e lida pelo advogado, Brad. Somente quando ela completar a lista que vai receber a sua herança e tem um prazo de um ano para realizar seus desejos de infância e reencontrar a Brett que não existe mais.

Já citei em outras resenhas que amo suspense, mas esse livro não tem isso e mesmo assim amei! Após a metade do livro podemos já imaginar como vai ser o final, mas a história não deixa de ser encantadora e linda. Percebemos que existem várias Brett pelo mundo, que deixa seus sonhos de lado e vai viver muitas vezes por comodismo, mas a história nos mostra a possibilidade de se reinventar para buscar a verdadeira felicidade ainda presente em todos.
- É verdade. Sou uma pessoa de muita sorte. Mas há um limite para o que as fadas madrinhas podem fazer. Eu acho que cada um tem o poder de realizar os próprios desejos. Só precisamos encontrar coragem para isso.
página 336

Terminei o livro com uma sensação de encantamento, reflexões sobre os nossos sonhos, que não devemos desistir deles. Foi um livro que conseguiu me prender do começo ao fim, ficava curiosa para saber se ela conseguiria cumprir cada etapa e torcia que a lista fosse completada.

A lição que é transmitida é que quando amadurecemos, muitas vezes o conformismo e o comodismo nos fazem estagnar e abandonar os nossos sonhos. Toda mudança gera um certo medo, achamos que não vamos conseguir, mas precisamos deixar de lado para conseguir dar um verdadeiro sentido a nossa vida.


Posts relacionados

8 comentários

  1. Eu simplesmente AMEI esse livro, e essa frase foi a que mais me marcou também!
    Um livro super gostoso de ler!

    Parabéns pela resenha! :)

    ResponderExcluir
  2. Adoreeeeei!!! To louca pra ler!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mirela, só te digo uma coisa hahaha......
      leia!!
      beijos e obrigada por comentar

      Excluir
  3. Obrigada Bruna por comentar!! Beijos

    ResponderExcluir
  4. Desde quando vi a capa, eu queria ler esse livro. Comprei numa promoção...porque não li antes? Eu amei...amei!!! Todos nós precisamos sonhar e não nos esquecermos dos nossos sonhos por mais bobos que eles sejam!!! Amei sua resenha...e tb indico a leitura!!! parabéns, Daya.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii, concordamos com vc, sonhar é essencial para se viver!!!

      Obrigada pela sua visita!!!!

      Excluir
  5. Parece um livro leve.. una leitura meu estilo... As vezes sou uma romântica incurável cheia de sonhos. E é nos livros que encontro minha grande paixão. Esse eu ainda irei ler.
    Meninas vcs arrasam nas resenhas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andreza, obrigada pelo elogio e recomendamos mesmo a leitura desse livro...

      Volta sempre!!

      Beijos!!!

      Excluir