Resenha: Absoluto


Oi, Leitores!!!

Vamos para mais uma resenha???

Hoje vim falar para vocês sobre uma autora que conheci (pessoalmente inclusive) a pouco tempo e decidi conhecer as suas histórias...

Hoje vamos conhecer o Dr. Absoluto!!!


Lido em: Maio de 2015
Título: Absoluto
Autora: M. S. Fayes
Editora: Charme
Gênero: Romance
Ano: 2014
Páginas: 218

Ela era um fenômeno, como estudante de direito.
Ele era o advogado mais temido do estado.
Prestes a se formar com honras, Kate se viu imersa no mundo do Direito civil, antes mesmo de estar com seu diploma em mãos. Conhecendo o trabalho do Dr. Gabe Szaloki, ela foi pega, inesperadamente, em uma onda avassaladora de atração, mas ainda assim relutou a se permitir viver esse tórrido romance. Porém, Gabe não era imbatível apenas nos tribunais. Ele queria Kate a qualquer custo e mostraria a ela porque ele sempre saía vitorioso em seus casos.
Em meio a casos jurídicos, os dois se enfrentam em um duelo de palavras, que serve apenas para acender a chama incandescente que Gabe sente por Kate. Kate se vê seduzida pouco a pouco pelo poderoso advogado, entregando seu coração de maneira despretensiosa.
Maquinações invejosas, um conflito e um mal entendido fazem com que os dois se afastem. E quando a verdade vem à tona, Gabe tem que provar que seu amor por Kate é simplesmente absoluto.
Esse é o primeiro livro da Trilogia da Lei, as histórias de cada livro são independentes e cada um contará a história de uma das amigas.

Em Absoluto, iremos conhecer Kate. Uma dedicada estudante de Direito que quer conquistar a vida sem depender dos seus pais. Antes mesmo de se formar, foi contratada por um dos melhores escritórios de advocacia da cidade.


Gabe "Gostoso" Szaloki é o advogado mais famoso e temido da cidade, conhecido pelas suas conquistas nos tribunais, fazia sucesso não só pelas causas ganhas, mas pela sua imensa beleza.

Kate sabia da fama deste advogado e a última coisa que esperava era o magnetismo que surgiu entre eles dois.

Mas não foi apenas Gabe que ficou encantado com a beleza de Kate. Peter, filho de um dos sócios do escritório que Kate foi contratada não resistiu aos seus encantos, se aproximou como amigo, mesmo não sendo essa a sua única intenção, mas ao perceber que Kate não seria sua, seu comportamento de bom moço sofreu uma grande mudança.

Kate e Gabe se envolvem de forma forte e intensa e é interessante ver a forma como Gabe permite que ela entre em sua vida, conhecendo a sua família e seus costumes. Gabe adora a inteligência e humor da Kate e ele desperta o que existe de melhor nela (que ela mesmo desconhecia).

Acaba que eles começam a trabalhar no mesmo caso, mas em escritórios diferentes... isso mesmo, cada escritório irá defender um cliente no tribunal, apesar de não ser a advogada oficial do caso, eles decidem não conversar sobre trabalho quando estiverem juntos, mas no dia da audiência acaba que Kate precisa assumir e é bem interessante ver a disputa dos dois no tribunal.

Nada disso afeta o relacionamento dos dois, mas Peter vê nisso uma forma de chantagear Kate e é nesse momento que o relacionamento entre ela e Gabe sofrerá uma enorme rachadura, eles se separam.

A partir daqui, já não posso te encher de detalhes rsrsrs, vocês sabem, eu abomino os spoillers, mesmo os leves...

Bom, esse foi o primeiro livro da autora que eu li. Gostei muito da sua forma de escrever, com detalhes que não são excessivos, uma leitura leve e tranquila. Uma das coisas que não gosto é da capa, não me agrada ter a cara do personagem tão estampada assim, prefiro quando eu mesma consiga imaginar do meu jeitinho como seria cada um deles... E infelizmente, não consegui experimentar essa viagem neste livro.

Para alguns, pode acontecer de achar que o ápice do livro demora a acontecer, como foi o meu caso, mas isso não estraga a história de forma alguma, pois na sequência temos o prazer de ler linhas que nos fazem querer mais, mais, mais.




Repentinamente, encaixei esse livro no meu #DesafioLiterário2015 na categoria "Um livro onde o título tenha apenas uma palavra."



Em breve, volto para contar sobre o segundo livro dessa trilogias que chama-se Irresistível.



2 comentários :

  1. Oi Mara, ótima resenha, já tinha visto esse livro por aí, mas não sabia que era tão interessante. Para mim não faz muita diferença ter um personagem na "capa' eu até gosto de ter uma ideia de como eles poderiam se parecer, só que eu imagina um universo bem diferente nesse livro, tipo surfista kkkk Por isso que não se deve comprar um livro pela capa, não é? Melhor ler as resenhas antes kkk
    Abç,
    http://www.rascunhocomcafe.com/2015/05/ate-voce-ser-minha-obsessao-pela.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gi!!! Não se deve comprar um livro pela capa! FATO!!

      Obrigada pela visita!!!

      Beijão!!!

      Excluir