Resenha: Meu Refúgio Perfeito


Mais um da série Livros de Colorir...

Colorir – adquirir cores; tornar vivo ou expressivo; enfeitar, ornar. (Dicionário Houaiss)

Olá, leitores!!!

Não resisti e precisei escrever também sobre os tais livros de colorir. Mas, tenha calma. Não farei aqui nenhuma apologia aos discursos de um global nas redes sociais nem mesmo às reclamações de alguns artistas plásticos contra os livros.



Na verdade, a minha escrita tem mesmo a ver comigo e minha experiência com o colorir. A atividade de tornar vivo ou expressivo um desenho qualquer é atividade lúdica na infância, na minha pelo menos. Durante a adolescência, me recordo com carinho, eu gostava de colorir as imagens dos almanaques da Turma da Mônica e depois de adulta e ter-me tornado mãe, segui colorindo os desenhos e descobri que assim eu terapeuticamente coloria um pouco a minha vida.



Dai para começar a colorir os livros que agora viraram “modinha’ para alguns foi um passo.


O que acho disso tudo? Bem, sabe aquela história do “falem mal, mas falem de mim”? Pois é, que falem o que quiserem: ADORO COLORIR!!!

E nesse caminho de ornar e adquirir cores fui presenteada com o livro Meu refúgio perfeito, de Adriana Marto. O diferencial desse livro está no fato de as imagens para colorir virem acompanhadas de dizeres e pensamentos que nos fazem viajar no colorido da vida para além do papel.

Escolher as cores, desopilar a mente enquanto ganha-se tempo para digerir uma felicidade, uma tristeza, uma dor, um pensamento... Tem gente que faz isso ao
escrever, ao pintar quadros, ao compor canções, ao olhar e contemplar o horizonte. E daí, se além de tudo isso, colorir as páginas desenhadas por Adriana Marto de fato se configuram no Meu refúgio perfeito, me reúne com as minhas filhas num piquenique enquanto colorimos?

Licença! Pois eu quero colorir!!!





Título: Meu refúgio perfeito
Autora: Adriana Marto
Editora: Gente
Ano: 2015
Páginas: 96
Gênero: Livros de colorir; Passatempo e atividades; Auto-ajuda

Encontre-me

Posts relacionados

0 comentários