Resenha: O visconde que me amava - Bridgertons #2


Olha eu aqui "travez" minha gente!




O Visconde Que Me Amava - A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será

Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.
Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela.
Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele.
Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.




Anthony Bridgerton é o herdeiro da família, o primogênito dos filhos. De fato que é um homem charmoso, elegante, lindo... Mas sempre achei ele (desde o primeiro livro) um homem um pouco frio, seco e até rude. Calmaaaaaaaa... Nada disso o torna um chato de galocha, com o decorrer da leitura eu, e tenho certeza que vocês irão perceber que todos esses pequenos defeitos serão mais do que necessários. Acredito que a Julia Quinn construiu esse personagem muito bem.
Voltando a história. Essa postura de Anthony é dada logo após a perda do pai precocemente, que morrerá tão cedo deixando sua esposa ainda grávida. Anthony em seus devaneios tem ciência de que já é a hora de se casar e decide que nessa temporada providenciará uma esposa bonita, inteligente. Duas características indispensáveis, já que ele prometeu a si mesmo que nunca a amará. Nunca!

Em um baile ele conhece a Srta. Edwina Sheffield e bastou alguns olhares para ele decidir. "Ela servirá". Essas foram as palavras de Anthony

Kate Sheffield, a filha mais velha e ainda solteira, está debutando com sua irmã Edwina.

Bonita e inteligente, porém algo que ela não pode considerar ter e ser, é bonita, não tão quanto sua irmã. Além do mais, Kate não é nem de perto tão delicada, graciosa e tão pouco jovem (o que naquela época quanto mais jovem, melhor pra ser escolhida pra casar), com isso ela sabe que suas chances de arrumar um bom marido são poucos. Sendo assim ela decide que irá ajudar a sua irmã a conseguir um bom partido. Partido esse que se chama Anthony Bridgerton, que para os olhos de Kate não é o melhor para Edwina.  

Para que Anthony conquiste o coração de Edwina irá necessitar da aprovação da irmã para que esse casamento se realize. 

Hummmm... sinto cheiro de confusão na ar.


– Se o senhor está tentando conquistar a simpatia de minha irmã através de mim – respondeu Kate com frieza –, não está fazendo um bom trabalho.

– Sei disso – retrucou ele. – De fato, eu não deveria provocá-la. Não é muito inteligente de minha parte, não é? O problema, porém, é que simplesmente não consigo evitar. – Ele sorriu com um ar lascivo e fez um gesto de impotência com as mãos. – O que posso dizer? A senhorita desperta algo em mim Srta. Sheffield.

Anthony é um cavalheiro, e integro, não posso negar, mas esconde esse seu lado "misterioso" muito bem, ele não divide com ninguém sua certeza de que irá morrer cedo, pois o amor é a única coisa que irá fazer com que ele sinta por sua “maldição”.

Mas Kate também tem seus problemas traumáticos.

E irão descobrir coisas juntos. E irão enfrentar tudo.

Em meio a tanto mistério. O livro trás momentos divertidíssimos e situações comprometedoras...
Ri muito com isso!!!

Leia para entender essa imagem! Ps: Não é Spoiler!

Romance histórico envolvente, e apaixonante.... Mesmo eu tendo um sentimento de "raivinha" pelo Anthony no começo (Até no Duque e eu), mas como eu falei, Julia Quinn escreveu de uma forma que se não fosse assim, não seria bom. Tudo faz sentido no final.

Ameiiiiiiii!!!!

Kate e Anthony são divertidos, inteligentes, bem e mal humorados (adorei isso).. Ahhh e claro sarcásticos (até onde aquela época permitia) 

Ahhhhhhhhhhhh com quem o Visconde fica no final? kkkkkkkkkkkk

Será que dá pra adivinhar?

Lido em: Setembro de 2015 (em 24 horas)
Título:  O Visconde Que Me Amava
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de época
Ano: 2013 - 1º Edição
Páginas: 304 - Lido digital Amazon



Gostaram dessa resenha? 


Espero que tenham gostado 
e convido a acompanhar os demais livros. 

* Livro 1 - O Duque e Eu (Daphne Bridgerton & Simon Basset)
        * Livro 2 - O Visconde Que Me Amava (Anthony Bridgerton )
        * Livro 3 - Um Perfeito Cavalheiro (Benedict Bridgerton )
        * Livro 4 - Os Segredos de Colin Bridgerton (Colin Bridgerton )
        * Livro 5 - Para Sir Phillip Com Amor (Eloise Bridgerton )
        * Livro 6 - O Conde Enfeitiçado (Francesca Bridgerton )
        * Livro 7 - Um Beijo Inesquecível (Hyacinth Bridgerton)
        * Livro 8 -  A Caminho do Altar (Gregory Bridgerton)

Não esqueçam de deixar um comentário.
Beijo e até breve!


Categoria: Um livro escrito por mulher. Arrasou Julia Quinn

Encontre-me

Posts relacionados

0 comentários