Resenha: Nunca fui santo




Oi Gente... não estranhem a foto ao lado do livro que li.

Sim, sou uma Corinthiana que leu o livro de um Palmeirense.

Bem... Eu sempre gostei mais de goleiros do que de futebol, isso quando criança. Gostava do Rogério (SPFC), Marcos (SEP), Dida (Timão) e adorava ver o Galvão gritar Tafarrrrrrrrrel (Seleção).

Então, o "preconceito" e a rivalidade dos times, nem foi posta em questão.


Marcos é considerado como um ídolo alviverde e verde-amarelo. Admirado por ser o goleiro do Palmeiras e da Seleção. 'Nunca fui santo' é um livro escrito por Marcos buscando mostrar a graça e a simplicidade de quem ganhou a vida defendendo os seus em vez de atacar os dos outros.

Lido em: Novembro de 2015
Título: Nunca fui Santo
Autores: Marcos Roberto Silveira Reis e Mauro Beting
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Biografia
Ano: 2012
Páginas: 168



Se o pai do Marcos, Corinthiano há 63 anos, torcia por Palmeiras, por que eu não irei ler?!


O jornalista Mauro Beting, através da editora Universo dos Livros, lançou o livro “Nunca Fui Santo – O Livro Oficial do Marcos”, que traz em 168 páginas, a história de um dos maiores goleiros da história do futebol mundial: Marcos, pros familiares: O Marquinho, ou, se você preferir, Marcão e, se você for palmeirense, São Marcos.

O livro conta a vida do goleiro e sua carreira no Palmeiras, assim como o amor que ele sempre sentiu ao vestir a camisa de seu time, que o fez recusar propostas e continuar firme e forte no Palmeiras até sua aposentadoria, algo extremamente raro no futebol de hoje.

O livro não é apenas para vangloriar os melhores momentos de sua carreira, mas a honestidade de Marcos em contar suas falhas, mostrar seus defeitos e a realmente, de que santo ele não tem nada.

O que dizer de um goleiro amado por todas as torcidas (inclusive pela corintiana, sim, isso mesmo)? São casos e mais casos, a maioria hilários, como o da pechincha feita com Deus:



... prometi a Deus que doaria a uma instituição de caridade 50% da premiação pelo título mundial... Logo depois da oração e da promessa, a consciência pesou. Pensei na família, em tudo que ganhara com o futebol. E em todas as contas que precisaria pagar... Fui ao banheiro e, na volta, fiz uma resenha com Deus:

— O Senhor sabe que 50% eu não vou dar não, né? Mas 5% é garantido. Estamos nessa, Deus!

O livro tem histórias bem engraçadas




Essa biografia divertida não é recomendada apenas para os Palmeirenses, nem mesmo apenas para aqueles que gostam de Futebol, mas para aqueles que gostam de pessoas que, mesmo em situações difíceis conseguem sorrir e prosseguir.








Reconheço que há uma forte ligação entre Marcos e o Palmeiras, porém, acredito que boa parte das pessoas que são fãs do goleiro e que não são necessariamente palmeirenses não leem  o livro justamente por conta da capa que traz São Marcos vestido com a camisa do clube cujo ele é eternamente grato e o fundo verde. Ahhhh sim, ainda existe pessoas com esse pequeno preconceito... Mas realmente, o livro é bom. Vale a pena!


Mauro Beting é um mestre na arte de introduzir um livro com frases de efeito que nos enche de orgulho:

...(Marcos) você é daqueles que não precisam ser. Bastam estar.
 


Pra finalizar... O "Santo" já foi o Timão... Sub20, mas foi!




Categoria: Biografia

Encontre-me

Posts relacionados

0 comentários