Resenha: O voo da Libélula




Olá, leitores!

Preparem-se para uma narrativa bem escrita, recheada de reviravoltas que irá lhe tirar o sono, te segurando do início ao fim. É o típico livro impossível de desgrudar enquanto não chega a última página.

Pois aquilo era de fato um milagre!

O autor Michel Bussi domina a arte de envolver o leitor, manipulando e conduzindo-o a criar teorias com as pistas dadas ao longo da trama, a cada novo capitulo novas informações são reveladas e tudo pode mudar e assim você vai tentando conectar as pistas para desvendar o mistério!

Tudo começa com um fatídico acidente de avião na madrugada do dia 23 de dezembro de 1980, deixando apenas uma sobrevivente, uma bebê de 3 meses, contudo havia duas crianças no voo e a partir daí se inicia o embate entre as duas famílias para descobrir a verdadeira identidade da bebê! Seria Lyse-Rose de Carville ou Émilie Vitral?!
A família de Carville contrata o detetive Crédule Gran Duc para solucionar o caso, com um contrato com validade de 18 anos, nesse período de investigação, Crédule registra tudo em um diário e a narrativa da trama, nos é dada através dessas informações juntamente com o momento atual, adorei o fato de descobrir a história simultaneamente com Marc, um dos personagens principais.



O voo da libélula é digno do título de thriller, pois além de ter todos os elementos, o autor te dá a possibilidade de se sentir um grande detetive acompanhado Crédule Gran Duc, de sentir agonia e aflição na corrida contra o tempo junto com Marc para salvar Lyle!






A porta, ao se abrir, revelou o sorriso cansado de um rosto estranho e conhecido.


Enfim, não poderei citar muita coisa por causa dos spoilers, mas recomendo e só posso dizer: Surpreenda-se com o desfecho desta trama perfeitamente inesperado! 

Ah! E aguardem, tem notícias que o livro ganhara uma adaptação cinematográfica!

Lido em: Novembro de 2015
Título: O Voo da Libélula
Autora: Michel Bussi
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance Policial
Ano: 2015
Páginas: 400







0 comentários :

Postar um comentário