Resenha: A Educação de Sebastian #1


Você seria capaz de se envolver em um
 relacionamento proibido com 13 anos de diferença? 



Presa num casamento frio e sem paixão, Caroline Wilson, de 30 anos, muda-se para San Diego depois que seu marido militar é promovido. Sentindo-se perdida e sozinha, Caroline reencontra uma antiga amizade: Sebastian, que ela conhecera ainda menino, um jovem inteligente e sensível, com pais alcoólatras e violentos.

Sebastian, agora com 17 anos, tem mais do que apenas amizade em sua mente. Juntos, experimentam o despertar de uma paixão intensa e arrebatadora. Mas esse romance proibido pode ameaçar a vida de ambos.

Caroline é casada com David, um médico da marinha americana 11 anos mais velho que ela.

Seu casamento é fruto de um dos primeiros relacionamentos dela. Portanto suas experiências são bem reduzidas para sua idade: 30 anos! Quando ele a pediu em casamento, ela não pensou duas vezes, pois queria sair de casa devido a convivência com sua mãe estar no limite. Moraram por um tempo em San Diego, mas assim que David foi promovido, tiveram que se mudar.




Sebastian é um jovem de 17 anos. Vive em uma família opressora, que nunca cuidou dele. Pra falar bem a verdade, os pais dele são dois seres desprezíveis. Conheceu uma pessoa adorável e carinhosa quando tinha apenas  8 anos: Caroline! Mas mesmo depois de sua partida, ele nunca a esqueceu, pois em sua companhia ele se sentia bem. Ela era a mulher dos seus sonhos... Sonhos de uma criança! Mas agora Sebastian cresceu e se tornou um homem... e que homem! 


Sebastian, que agora não é mais um garotinho lindo e sim um homem lindo. Forte, alto, bronzeado, surfista, mas que ainda demonstra ser muito doce e gentil.




Passam-se então 9 anos e depois de muitas mudanças Caroline e David retornam para San Diego.

Os dias se passam e o casamento de Caroline continua na mesma... Mesma chatisse, seu marido sendo o mesmo arrogante, prepotente, autoritário e mandão!, A vida de casada de Caroline se resume em: lavar, passar, cozinhar, fazer sexo sem vontade, vestir o que David quer, manter a casa limpa, organizar eventos, ir a eventos (mesmo morta de cansada), estar linda para posar de esposa feliz para os colegas da Base de seu marido. Nossa, que vida infernal!

As coisas começam a mudar quando Sebastian se aproxima dela. A beleza do (ex) menino, explodindo jovialidade e sensualidade, chamam a sua atenção (como não?)

E acaba se rendendo a essa tentação e mergulha de cabeça nesse sentimento novo, mesmo sabendo dos grandes riscos que corre caso tudo seja descoberto. Afinal Sebastian é menor de idade, e pela lei ela não poderia se envolver com um rapaz na sua idade. Faltavam apenas 4 meses para que ele completasse a maioridade...


Cada pedaço do meu controle cuidadosamente construído foi levado na inundação de sensações desconhecidas.





















E dessa vez ele me beijou com mais urgência, sua língua
mergulhando em minha boca, e senti suas mãos se apertando ao meu redor. Encorajada, escorreguei
minha mão para dentro do seu jeans e seu corpo se retesou. Eu podia sentir seu calor; sua nudez sob o
jeans era duplamente excitante. Ele gemeu, um suspiro estendido pelo desejo.


Esse livro tem monte de emoções envolvidas para os personagens e para quem lê: Desespero, suspense, medo, aflição, amor, superação, aprendizado e amadurecimento. Fiquei encantada com a história proibida! Senti pena algumas vezes pelos personagens. Mesmo a realidade que eles estavam vivendo ser muito arriscada, é impossível não sentir por eles, afinal os dois tem vidas infelizes. Ele com os pais e ela com o marido. 

Aqui no Brasil esse amor seria bem possível sem intervenção do estado (mais provável), mas nos EUA não é possível nem beber antes dos 21 anos de idade. E confesso que só lembrava da diferença de idade quando Carol se preocupava com isso. Por tanto, pra mim 13 anos de diferença, mesmo que para uma mulher mais velha, não seria problema nenhum. A Autora arrasou com essa história e a sua forma de escrita.

Para os leitores que não gostam muito da literatura adulta, aviso tem sim cenas de sexo, e eu o classificaria como um livro hot, porém não é um livro sem contexto e apenas com sexo, pois é um livro bem escrito. Eu esparrava mais drama, mais suspense, mais... bem a partir daqui não posso falar o que eu desejava mais, pois seria spoiler rs



O destino nos jogara um para o outro: quem era eu para negar? Não, isso não era certo. Eu simplesmente não me importava mais. Eu havia escolhido: livremente, sabidamente, deliberadamente. Escolhi o amor em vez das leis. E eu não me importava. 


Lido em: Fevereiro de 2016
Título:  A Educação de Sebastian 
Autora: Jane Harvey-Berrick
Editora: Novo Século Editora
Gênero: Romance
Ano: 2015
Páginas: 382

0 comentários :

Postar um comentário