Resenha: Fragrância de Jasmim




Olá, Leitoras e Leitores queridos!

O ano começou e não poderia ter sido melhor: meu primeiro livro do ano é o que se pode chamar de achado e literalmente! Vou contar para vocês como esse livro veio parar nas minhas mãos! Vem comigo!


Lido em: Janeiro de 2016
Título: Fragrância de Jasmim
Autora: Maria Teresa Guimarães
Editora: Folium
Gênero: Espiritualidade
Ano: 2011
Páginas: 136

No final de 2015, eu estava bem sentadinha em uma sala de convivência do meu trabalho esperando minhas amigas para irmos embora juntas e achei no revisteiro o livro Fragrância de Jasmim. Enquanto eu aguardava, comecei a folhear, ler as orelhas e tal. Comecei a ler a primeira página e quando minhas amigas chegaram eu não consegui deixar o livro para trás e o levei junto comigo para devolvê-lo assim que terminasse de ler.



Eu estava gostando muito do livro e fui até o Skoob para ver se muitas pessoas já o tinham lido, mas fiquei surpresa em ver que ele nem cadastrado estava! Corri fiz o cadastro, tirei uma foto para a capa e já fiz o meu registro de leitura. 

Mas eu estava gostando muito mesmo do livro e estava super curiosa para saber mais sobre a autora, a foto dela na orelha, transmite um carisma muito grande, e o que ela conta sobre ela no livro desperta muito a vontade de conhecê-la. Nas informações sobre a autora que estão na obra, falam que ela mora em Minas, daí achei o site dela e o seu Facebook. 

Gente, eu descobri que ela está morando em Brasília e realiza aqui um trabalho de coaching! Eu acredito que não foi por acaso que encontrei esse livro e depois de compreender a mensagem que ele transmite acredito ainda mais que não foi coincidência. Agora estou com muita vontade de conhecê-la pessoalmente e depois de uma resposta super carinhosa que ela deu a um e-mail que a enviei estou com mais vontade ainda! 

O livro Fragrância de Jasmim, escrito por Maria Teresa Guimarães, conta sua experiência pessoal de deixar toda a sua vida no Brasil e embarcar numa jornada de fé e auto-conhecimento na Índia. 

No livro ela conta os motivos que a levaram a concretizar esse sonho e o dia-a-dia no mosteiro no qual viveu por três anos na Índia. 

Eu acho que gostei tanto do livro por dois motivos principais: o primeiro foi que achei muito tocante a coragem dela em se aventurar a realizar seu sonho, em buscar se conhecer profundamente, em abrir mão do seu conforto e segurança para por em prática sua fé. O segundo foi a forma como ela escreve. A escrita da autora tem um lirismo muito bonito. Você consegue imaginar os lindos quadros e paisagens que ela descreve com muita suavidade, como se estivesse compartilhando com ela toda a serenidade e alegria que ela vivenciou naquele país. 

Mesmo para quem não professa a mesma fé, a mesma religião, é muito legal ver e aprender mais sobre uma crença na qual as pessoas se preocupam com o bem estar do próximo, na qual os valores mais importantes são a paz, o equilíbrio, o amor e que isso é considerado o necessário para viver, em que os bens materiais não tem a mesma importância que tem no nosso mundo ocidental e capitalista. 

É bem legal ver a alegria e todo o aprendizado que ela conquistou nessa jornada. 

Gente, o livro é bem fininho, uma leitura gostosa, que enche nosso coração de paz e alegria.
Quando estamos conectados com a vida, tudo se torna vivo e as pessoas certas, os livros certos, os ensinamentos certo surgem à nossa frente. (p. 92)

Depois de ter encontrado esse livro “por acaso” e ter tido lindas lições com ele, preciso concordar com essa afirmativa. Se estivermos aberto a entender os sinais, Deus sempre fala conosco aquilo que precisamos ouvir.
Porque acredita em si mesmo, ele não tenta convencer os outros.Porque está contente consigo mesmo, ele não precisa da aprovação dos outros.Porque ele aceita a si mesmo, o mundo inteiro o aceita. - Tao Te Ching

Eu nem sei se ele é fácil de achar, mas se alguém se interessar, pode entrar em contato com a Maria Teresa pelo site dela. que você pode encontrar clicando aqui.

Beijos e até a próxima!

2/25

2 comentários :