Resenha: Fevereiro de Esperança - De Janeiro a Janeiro #2





“Eu era um cara apaixonado por alguém de espirito livre, otimista demais para se envolver e avoada demais para se apegar.”
Adler é um homem que jurava que não iria se apaixonar. Mas isso aconteceu... É meu caro amigo, a vida nunca é como queremos.
Para pagar a língua, se apaixonou a primeira vista por Sarah.
Ahhhhhh Adler, já quero saber como será sua vida de homem apaixonado...
E você, também ficou curioso(a)???Continue lendo!

Ps: Já adianto que eu ameiii!!!!!
Sarah, é bem diferente de Adler. Sempre foi uma pessoa liberal, vivendo como sempre quis, fazendo o que dava na telha... Não se sentia presa a nada e a ninguém.

Adler por outro lado acostumou a ter apenas o pouco que Sarah oferecia no relacionamento, mas ele estava apaixonado... fazer o que, não é mesmo?

Mas em um determinado tempo, ele percebe que ele já esta no seu limite... Reflete bastante e chega a conclusão de que coisas (simmm, coisas) estão acontecendo e aquele relacionamento está mais que desgastado...

Ahhhhh as deduções...

Tanto carinho, dedicação, amor, esforço... Parece que tudo foi jogado para o alto.

O comportamento de Sarah está muito diferente do começo do relacionamento. Ela está fria, dispersa e Adler resolve investigar sobre suas saídas e descobre algo que vai ferir sua alma.

Será que as revelações de Sarah serão capazes de destruir o amor de Adler ?


Melhor que o primeiro conto (Janeiro) Ps: não desmerecendo, obviamente, mas esse conto é emoção pura... A força de vontade do amor, a realidade de todo relacionamento sendo descrita no conto. Todos os sentimentos dos personagens foram muito marcantes.

A autora escreveu um conto com grandes revelações, e reflexões. Às vezes vivemos no automático, como Sarah e Adler... Deixamos escapar bons momentos.

Então não deixe de acompanhar essa Série de contos. Para a editora, meus parabéns, a capa é linda!!!






As melhores coisas da nossa vida vêm de um jeito surpreendentemente difícil de ser conquistado.











Acompanhe a série - Janeiro a Janeiro 

4/25



0 comentários :

Postar um comentário