Resenha Tripla: Mentira Perfeita


Olá caros leitores... hoje a resenha é tripla! 
Resenha tá linda, assim como o livro que abordou um tema incrível! 
Carina Rissi como sempre com mais um chick-list maravilhoso! Vamos conferir?!


Sinopse: Júlia não tem tempo para distrações. Ela é brilhante e sempre se esforça para ser a melhor naquilo que faz; por essa razão, sua vida pessoal acabou ficando de lado. Algo que sempre preocupou sua tia Berenice. Gravemente doente, a mulher teme que Júlia acabe completamente sozinha quando ela se for. Júlia faria qualquer coisa qualquer coisa mesmo! por tia Berê e, em seu desespero para agradar a única mãe que já conheceu, inventa um noivo enquanto torce por um milagre... E então o milagre acontece: Berenice se recupera e, assim que deixa o hospital, gasta todas as suas economias com o casamento dos sonhos para a sobrinha. Como Júlia pode contar a ela que mentiu, com a saúde da tia ainda tão frágil? É quando Júlia conhece Marcus Cassani. Ele é irritantemente cínico, mulherengo e lindo de um jeito que a deixa desconfortável. Marcus também está enfrentando problemas, e um acordo entre eles parece ser a solução. Tudo o que Júlia sabe é que deveria se afastar de Marcus. Mas seu coração tem uma ideia muito diferente... Mentira Perfeita é um spin-off de Procura-se Um Marido, uma história que se passa no mesmo universo da primeira. Aqui você vai conhecer novos personagens inesquecíveis, além de rever aqueles que já moram no seu coração.
Resenha: Luana Costa

Quando acho que Carina Rissi não pode criar mais um boy perfeito e um livro perfeito… Ela cria um que ouso dizer que está a um milimetro de ser melhor que Perdida... MENTIRA PERFEITA!!! e a afirmação não é uma mentira rsss

Marcus Cassani é o contrário do irmão (do livro Procura-Se Um Marido): brincalhão, alegre, palhaço, "safadão", mas um doce. Júlia é tímida, quietinha, extremamente inteligente, nerd e com uma única coisa em mente que é tia Berê. E é capaz de fazer de tudo pra salvar tia Berê e então uma ideia genial, mas uma mentira deveria ser contada.

É difícil fazer um "resumo" de quase 500 páginas, pois tenho vontade de contar todos os detalhes, mas vou me conter. 

Tia Berenice é uma personagem impar.. Senhor, aquela senhora com sua teimosia é de tirar qualquer um do sério, mas que criatura de astral na lua. Uma senhora de personalidade que adora filmes antigos e costelinhas, mesmo não podendo, devido ao seu estado de saúde. Nossa linda tia Berê é uma personagem secundaria que faz a diferença para amar mais o livro.

Meu coração se encheu de alegria ao ler esse livro de abordagem sobre pessoas com deficiência física. Confesso que pensei várias vezes, "E se fosse comigo?... Qual seria minha reação??..." Uauuu que mix...

Mentira Perfeita é um livro incrível, que por vários momentos transbordou meu coração de emoção. Por milhões de vezes eu corria até a Mara (Santo Whats!!!) para falar do livro e até dizer "Poxa, faltou isso", mas Carina Rissi me surpreende nas páginas seguintes e o que faltava estava lá.

Maldita ansiedade rsss... NÃO FALTOU NADINHAAAAAA!!!!

Gente não tenho mais palavras pra descrever essa perfeição!

A escrita da Carina é leve, perfeita e envolvente, e que garante risos fáceis (isso sim é um humor divertido e não forçado), sem contar os suspiros pelas coisas fofas que acontece com o casal.

Chorei (de emoção) e ri em público, parecendo uma louca.. Ahhh, mas uma louca muito feliz.!

Com uma capa linda e com ligação do enredo (amei a foto da tia Berê), diagramação simples... Revisão tem uns furos no texto e na história tem outro, e esse um tantinho maior!




Dei uma olhada nele. Cabelo negro ligeiramente ondulado, olhos indecentes de tão verdes,maxilar quadrado e forte. Pescoço largo, ombros ainda mais. Braços definidos. E tinha as mãos — grandes e rústicas, aquele tipo de mãos que faz uma garota imaginar como seria ter a cintura envolvida por elas, sentir sua força ao ser suspendida por elas e então ser encaixada em seu colo...



Resenha: Mara Santos

Primeira coisa que tenho a dizer, Carina Rissi e a sua mania de atrapalhar minha vida, sempre que estou lendo seus livros, eu durmo pouco por estender a leitura, deixo coisas por fazer afinal ler está mais gostoso e até chego atrasada em compromissos... E tudo isso por quê? Por ela conseguir escrever de forma envolvente e empolgante, é muito difícil deixar um livro seu de lado... Vivo a saga do "só mais um capítulo"...

Mentira Perfeita é um spin off de Procura-se um marido e a Carina já tinha contado em uma das suas entrevistas para o blog que esse livro estava para chegar e eu aguardei ansiosamente por ele.

O que mais me fez gostar dele, além da sua história e enredo, foi a estrutura psicológica dos personagens, tanto dos principais quanto dos secundários... E ele deixou boas lições para mim...

Ela consegue desenvolver diversos temas, além da deficiência física... Ela mostra como eventos do passado podem influenciar diretamente nas nossas escolhas... a forma como lidamos com o diferente, inseguranças, medos... E também, como devemos abrir os olhos e aceitar os nossos sentimentos, mesmo que naquele momento ele não seja exatamente o que queremos. E disso tudo só tive a reafirmação de que a grande questão da vida não são as coisas que acontecem conosco, mas a forma como nos portamos diante dessas situações...

Foi muito gostoso poder aprender com o Marcus, a Júlia, a Tia Berê... Rever Alicia e o gostoso (demais) do Max... Foi muito bom me sentir tão próxima deles, sentir essa história como real, como possível, apesar de toda a fantasia...

Como a Luana falou acima, achamos (foi pouquinha coisa) umas ausências de palavras e um pequenino furo no desenrolar da história, mas nada que influenciou ou tirou o encanto da história...




Em minha fúria, acabei batendo o dente no dele, e, quando ele tentou afastar a cabeça, soltei suas coxas e o agarrei pelo pescoço. Desequilibrei-me um pouco e caí em seu colo. Ainda assim, não parei de beijá-lo. Ao menos até me dar conta de que o estava atacando. 







Resenha: Thais Nicolau 

Definitivamente a leitura de todo e qualquer livro de Carina Rissi se configura para mim em pura diversão e emoção. Nenhuma de suas obras é a menos preferida, muito pelo contrário. Chega a ser engraçado quando penso em indicar a leitura de seus livros, é nesse momento que toda metonímia se instaura. Pois eu recomendo a leitura de Rissi por inteiro.

Já postamos aqui no blog a resenha de suas outras obras e celebrar a escrita tripla de seu mais recente lançamento é uma atividade mais que prazerosa. Afinal, sem tesão não rola!!!

Quanto a isso Marcus Cassani mais do que concordaria comigo: É preciso ter Tesão e Química. A mistura perfeita, Um cretino perfeito x Uma programadora perfeita x O problema perfeito são a soma que define A mentira perfeita. Uma grande ironia já que na vida nada é perfeito, pois temos a estranha mania de complicar tudo.

Marcus complica a aceitação da sua condição quando sem intenção não se comporta como um cadeirante, parece confiante e determinado. E Júlia complica quando fecha o coração para o amor e se dedica a salvar o coração de tia Berenice.

Mas o amor não é complicado. Ele é simples, leal e cheio de tesão e química. E somente dois desavisados não reconheceriam as dicas de que seria impossível não serem tão apaixonantes!!

Mas o que fazer quando você se sentir morto(a) por dentro? E só desejar a pele com a pele, aceitar a mão estendida e ser o melhor para quem se ama? E se esta constatação chegar tarde demais?

Vai mentir para você mesmo(a)? Ou vai olhar o oceano a sua frente e mesmo à deriva olhar as ondas, mirar a silhueta de um barco e se agarrar, lá no horizonte, àquele ponto negro no meio do nada?

Sim, Mentira Perfeita nos traz gente como a gente e renova as esperanças de que todos temos um amor, um barco, um lar envolto em pele, tesão e coração!




Naquela manhã, quando estava em meu colo, ela me olhou como... como... se realmente me visse. Ah, puta que pariu, naquele instante eu não me senti um maldito aleijado. Quando ela suspirou em meus braços, eu me senti um homem capaz de desbravar o mundo, de lutar e sair vencedor de uma guerra. Seria tão mais fácil tirá-la da cabeça se ela não me olhasse daquele jeito.








Continuamos andando devagar, lado a lado. Então sua mão grande tocou a minha. Olhei para baixo a tempo de ver os dedos ligeiramente calejados se enroscarem aos meus. Se era mais difícil se locomover usando apenas uma das mãos, ele não deixou transparecer. Nem se mostrou surpreso quando percebeu que eu o encarava. Na verdade, me abriu um sorriso tímido (aquele de garoto) e meu coração fez um loop.

As fotos de ilustração dessa resenha, foram tiradas do Instagram
 do atleta paraolímpico Fernando Fernandes; sabendo que ele e a namorada não tem as características perfeitas para representar o casal, mas tenho que confessar, queríamos colocar 1000 fotos para ilustrar essa resenha. rs! Então registramos aqui nossa admiração por esse atleta.




0 comentários :

Postar um comentário