Resenha Dupla: Como matar seu marido e outras utilidades domésticas




Oi, Leitores!!!

Nós adoramos quando lemos o mesmo livro e podemos fazer resenhas juntas... Foi assim que nossa amizade se solidificou e esse blog acabou sendo criado... Prepare-se porque provavelmente teremos algumas controvérsias de opiniões... E aí? Vamos lá?

Por Mara Santos

Lido em: Maio de 2016
Título: Como matar seu marido e outras utilidades domésticas
Autora: Kathy Lette
Editora: Record
Gênero: Romance
Ano: 2013
Páginas: 336

Recebi esse livro através de um dos Livros Viajantes que participo, já tinha falado sobre ele aqui com vocês... Eu de cara adorei o título do livro e a capa e estava extremamente ansiosa para recebê-lo, não consegui ler ele tão rápido quanto desejava, mas no final de tudo, acredito que tenha valido um pouco a pena.

A história começa com Cass indo visitar uma das suas melhores amigas, Jasmine, na cadeia... Ela está sendo acusada de ter assassinado o seu marido... Jasmine implora pela ajuda de Cass, ela acredita que a amiga poderá ajudar a sua advogada, contando tudo que aconteceu...

E é nesse desenrolar que vamos adentrar a vida de Jasmine, Cass e Hannah... Toda a história é narrada pela Cass... Iremos mergulhar na história matrimonial dessas três amigas, mas tudo vai muito além da amizade delas... Confesso a vocês, odiei 80% do livro... Odiava a atitude passiva da Cass que abriu mão de tudo em sua vida por todos, marido, filhos e amigas... Odiava o fato da Jasmine se achar a mais esperta do mundo e da Hannah se achar a maioral...

Mas fui movida pela curiosidade, precisava saber qual seria o destino destas três amigas... No final, valeu a pena... Entre mortos e feridos, alguém evoluiu de verdade e aprendeu sobre a vida e isso me deixou contente e até emocionada.

Para mim, ou você vai amar ou você vai odiar... Então leia e tire as suas conclusões.


Por Luana Costa

Pessoal, preciso contar pre vocês que inicialmente eu achei que era um livro engraçado e que seria divertido... Ledo engano. Pensa em uma leitura chata e cansativa. Não posso dizer que ele é mal escrito, mas é a historia que não tem nada de intrigante.

O livro conta a história de três mulheres que são amigas há bastante tempo, cada uma com o seu problema de relacionamento, ambas tentam se ajudar, mas nem sempre a "ajuda" é boa ou sábia.

No começo da leitura pude perceber que o livro é repleto de traições, mentiras e umas ideias bem malucas e macabras de como acabar com seu cônjuge kkkkkkkk...

Eu não larguei o livro por querer fazer igual, que fique bem claro. Mas não foi o tipo de leitura que me agradou. Nem fiquei curiosa pra ler o final, mesmo me falando que iria ficar um pouco melhor, mas que não iria ser lá essas coisas. Por tanto não vou recomendar esse livro, pois eu nem finalizei a leitura. Mas tenho outro mais legais pra ler rsss
PS: Nem vou dar joinha, gente!

“Fui presa por matar meu marido” eram palavras que eu nunca imaginaria ouvir da minha amiga Jasmine Jardine. “Vou ter um filho bastardo do George Clooney”, talvez, ou “E se TPM for lenda e eu for simplesmente uma megera?”. Mas definitivamente não aquilo.
Quando finalmente consigo responder, parece que estou dublando um filme.
- O quê?
- Assassinato... Aqueles policiais imbecis acham que matei Studz, a fiança foi negada!
- ASSASSINATO? – repito."



Posts relacionados

2 comentários

  1. Olá, adoro a resenha dupla de vocês. A resenha ficou ótima e foi legal vera opinião de cada uma e os pontos pontuados durante a leitura da obra, confesso que não me interessei pelo livro (a temática do livro me incomodou). Beijos!

    Carpe Diem Literário - Luan.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luan! Que bom que você gosta das nossas resenhas duplas, nós também amamos rsrsrs

      Obrigada pela sua visita!

      Um beijo!

      Excluir