Resenha: Persuasão #NovembroAzul #LivroAzul



Olá, leitoras!!!


Curiosamente a resenha do Novembro Azul, falará de uma mulher. Não uma mulher qualquer, mas a heroína do último livro de Jane Austen, Persuasão!

Por que falar de uma mulher no Novembro Azul? Bem, considerando a época em que autora e personagem viveram, Anne é aquela que de maneira muito sutil passará por cima de convenções sociais e restrições femininas em busca da felicidade.





Sendo assim, configura-se como uma personagem que nos inspira a sermos melhores, a observarmos as convenções e desafiá-las.

Anne Elliot sempre foi educada e obrigada “a ser prudente na juventude”, aprendeu a ser romântica à medida que amadureceu. Portanto, não é de arroubos juvenis e nem de desespero por ameaça da idade. É tranquila e determinada, forte e aberta a mudanças se considerarmos o cenário das guerras napoleônicas, época turbulenta na história da Inglaterra.

Essa obra aparece como referência para a personagem de Sandra Bullock, em A casa do lago. Assim como no filme, os apaixonados trocam correspondências, mas as semelhanças acabam aí.

O excesso de felicidade pode provocar dor! Prepare-se!!!!

Lido em: Novembro de 2016
Título: Persuasão
Autora: Jane Austen
Editora: Martin Claret
Gênero: Romance
Ano: 2012
Páginas: 315




Encontre-me

Posts relacionados

0 comentários