Resenha: O Primeiro Telefonema do Céu



Olá, leitores!



Como você se sentiria se um dia recebesse uma ligação de alguém que ama muito e que já se foi?Numa sexta-feira comum, o telefone de Tess Rafferty toca. É sua mãe, Ruth, que morreu quatro anos antes. Em seguida, Jack Sellers e Katherine Yellin recebem ligações semelhantes, do filho e da irmã, também já falecidos.Nas semanas seguintes, outros habitantes de Coldwater afirmam que estão em contato direto com o além, e que seus interlocutores lhes pediram para espalhar a boa-nova ao maior número possível de pessoas. A mensagem é simples: o céu existe, e é um lugar onde todos são iguais.Em pouco tempo, correspondentes de diversos meios de comunicação aportam na cidade para transmitir os desdobramentos do fenômeno que pode ser o maior milagre da atualidade. Visitantes do país inteiro começam a surgir, as vendas de telefone disparam e as igrejas se enchem de fiéis.Apenas uma pessoa desconfia da história: Sully Harding, ex-piloto das Forças Armadas. Após quase morrer num desastre aéreo, perder a mulher e cumprir pena por um crime que não cometeu, ele não acredita num mundo melhor, muito menos após a morte. E quando seu filho pequeno começa a esperar uma ligação da mãe morta, ele decide provar que estão todos sendo enganados.O primeiro telefonema do céu é uma história de mistério e, ao mesmo tempo, uma reflexão sobre o poder da conexão humana. Em uma narrativa que vai tocar sua alma, Mitch Albom prova mais uma vez por que é um dos autores mais queridos da atualidade.

O Primeiro Telefonema do Céu é narrado em 3° pessoa, intercalado com fatos sobre Alexandre Graham Bell o inventor do telefone, a leitura é dinâmica, fluida, e instigante!

          
É o medo que nos faz perder a vida... um pouco de cada vez... O que damos ao medo, retiramos... da fé.

A história se passa em uma cidade pequena, onde uma moradora recebe a ligação da sua queria Mãe, e até aí tudo certo, se a Mãe de Tess não estivesse morta há 4 anos, e este fenômeno acontece com mais 7 habitantes e logo a história se espalha e a cidade fica dividida em quem recebeu, quem acredita, quem espera, os incrédulos, o prefeito ambicioso e por Sully Harding que acabou de sair da prisão, perdeu sua esposa em um trágico acidente de carro e está de volta a sua cidade natal para reconstruir sua vida de criar seu filho Jules. Sully começa uma investigação sobre estes telefonemas milagrosos e a descoberta é surpreendente!

Foi nesse dia que o mundo recebeu seu primeiro telefonema do céu. O que aconteceu depois depende do tamanho da fé de cada um.     
       


Gostei do tema, os personagens são bem construídos e a trama é muito interessante, deixando leitor avido pelo final! J
Existe o momento de começar as coisas e também o momento de encerrá-las. É por isso que o ato de enterrar parece natural, mas o de desenterrar, não.

 
Lido em: Novembro de 2016
Título: O Primeiro Telefonema do Céu
Autora: Mitch Albom
Editora: Arqueiro
Gênero: Ficção 
Ano: 2014
Páginas: 288


Encontre-me

Posts relacionados

0 comentários