Resenha: Alice no País das Armadilhas



Oi, Leitores!!!

Em Alice mo País das Armadilhas, iremos conhecer um planeta devastado após sucessivos ataques nucleares e a população hoje está dividida entre humanos e Mordedores (mortos-vivos que se alimentam de sangue e, com sua mordida, fazem dos humanos seres como eles). 

Os humanos estão lutando pela sua sobrevivência, primeiro na manutenção de um local seguro e condições minímas de saúde e segunda contra os Mordedores, afinal ninguém quer ser um morto vivo.

Alice é uma menina de 15 anos e mora no País das Armadilhas, na antiga Índia. Ela nunca conheceu a Terra  e o que aprendeu neste mundo aterrorizante foi a sobreviver e tornou-se uma excelente combatente, com uma mira certeira.



Alice agora tinha quinze anos e havia nascido três meses após a Insurreição. Às vezes, a irmã mais velha e os pais dela contavam como o mundo era antes. Eles falavam sobre como era ir ao cinema, assistir à TV, passear de carro no interior, sobre a escola. 

Em uma das suas rondas, o destino de Alice é modificado, ela decide seguir um Mordedor com orelhas de coelho por um buraco no chão e assim descobre um mundo que ela nunca imaginou que existisse, o local onde os Mordedores se escondem.

Porém, não é só esta a descoberta que Alice fará, ela perceberá que nem tudo é como todos sempre foram fadados a acreditar. Ela descobrirá a real origem dos Mordedores e além disso, descobrirá a profecia em que estas criaturas se apegam, uma profecia em um livro chamuscado do último livro que sobreviveu no País das Armadilhas, onde ela era o ponto principal por estar destinada a cumpri-la. Este livro era a obra Alice no País das Maravilhas.

A partir daí, uma enorme aventura se iniciará, afinal desconstruir uma verdade construída por tantos anos e ajudar a evolução deste mundo onde eles vivem atualmente.

Já li alguns livros de fantasia, mas esse teve uma sensação bem diferente, primeiro pela associação a famosa obra de Alice no País das Maravilhas, segundo pela mistura incomum de mitos e teorias que nos fazem cogitar diversas possibilidades e situações e terceiro por nunca ter lido nada parecido no quesito de fantasia e ter sido extremamente surpreendida pela escrita leve e envolvente.

O livro é narrado na terceira pessoa, nos possibilitando conhecer e entender cada um dos personagens. Uma história de zumbis extremamente instigante que nos faz perceber quem nem tudo é o que parece. Uma história evolvente e surpreendente, principalmente com o seu final (que tem continuação), afinal durante a leitura eu imaginava que várias coisas aconteceriam, menos o que realmente rolou.

Nem todos os livros de Fantasia realmente me envolvem e esse com certeza entrou na lista dos livros do gênero que eu indico.

Lido em: Janeiro de 2017
Título: Alice no País das Armadilhas #1
Autora: Mainak Dhar
Editora: Única
Gênero: Fantasia
Ano: 2015
Páginas: 256







A continuação da história foi lançada em 2016 e espero poder falar dele em breve com vocês. Inclusive achei a sua capa linda.










0 comentários :

Postar um comentário