Resenha: Borborema


Oi, Leitores!!



Lido em: Março de 2017
Título: Borborema
Autora: Leticia Godoy
Editora: Arwen
Gênero: Romance
Ano: 2016
Páginas: 346

Annabel é uma advogada de sucesso, muito boa no que faz, braço direito no escritório, uma workaholic de primeira, fria e calculista. Bom essa é a nossa primeira impressão...

E ela se manterá até o dia que ela receber uma ligação, falando que a família está passando por um momento crítico e que eles precisam da sua presença e ajuda...

Quando saiu de sua cidade e deixou tudo para trás, a última intenção dela era algum dia colocar os pés em Borborema, a fazenda da família. Só que agora, mesmo que contra a sua vontade de certa forma, ela terá que voltar aquela casa e não visitar o passado não será uma opção.

Ao chegar em Borborema, ela irá descobrir muitas mentiras e segredos, terá que lidar com verdades que não estará preparada, um turbilhão cairá de paraquedas em seu colo... E em meio há tantos conflitos familiares, medos e inseguranças, ela terá uma oportunidade de se conhecer melhor, entender seus sentimentos e pensamentos e exercerá as mudanças que ela precisa em sua vida.

Éramos como uma grande família. E a família não se abandona. Jamais.

Annabel verá como a força do amor será capaz de destruir cada uma das barreiras que ela ergueu ao seu redor, irá refazer laços antes perdidos, exercerá o perdão e irá construir novas relações em sua vida.

De início achei que não iria gostar da personagem, não me perguntem porque, não saberei explicar, mas depois de um tempo, descobrindo junto com ela situações que desconhecia, acho que entendi toda a sua dor e mágoa... E a partir daí, passei a admirá-la e torcer para que encontra-se o seu caminho.

O amor havia me mudado para melhor e era, sem sombras de dúvida, um motivo para seguir em frente.

O livro é recheado de mistério, afinal um caso policial precisará ser desvendado. Uma história carregada de emoções, que te pegará pelo pé e você será obrigado a se envolver em toda essa trama. 

É incrível perceber a forma como Annabel se entregará a vida, quando ela notar que os muros construídos de nada valem, que os sentimentos precisam ser sentidos e vividos, afinal isso é que é viver.


A Borborema sempre seria um marco em minha vida, pois foi ao voltar para ali que eu encontrei meu lugar no mundo.

4 comentários :

  1. Olá, tudo bem?

    Fiquei curioso pela leitura, gostei bastante de sua resenha e dos pontos abordados na mesma. Curti ainda mais por envolver no enredo uma investigação policial e apresentar um clima de mistério, já tá na minha lista. Futuramente farei a leitura! Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii, tudo bem!!! Feliz por você ter gostado da resenha!!!!

      Excluir
  2. Muito obrigada, mesmo, Mara! Estou bem feliz mesmo com sua resenha <3
    Obrigada ao blog que sempre me apoia e estou honrada em saber que Borborema te causou tantos sentimentos assim <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada por ter nos proporcionado essa leitura... <3

      Excluir