Resenha: Simplesmente Paraíso




JULIA QUINN, Sua maravilhosa...
Tava ali querendo matar a saudade de livros de época, mas que fique bem claro que só me apaixonei pela serie OS Bridgertons ... então nada melhor que um livro da Incrível JQ pra matar essa saudade. Vamos lá?

SINOPSE - Honoria Smythe-Smith é parte do famoso quarteto musical Smythe-Smith, embora não se engane e saiba que o dito quarteto carece sequer do menor sentido musical e tem esperanças postas que esta seja a última vez que se submeta a semelhante humilhação. Esta será sua temporada e com um pouco de sorte conseguirá um marido.
Durante um jantar, põe seus olhos em Gregory Bridgerton, um dos mais jovens da família Bridgerton. Sabe que não está apaixonada, mas ele parece uma opção mais que válida.
Marcus Holroyd é o melhor amigo do irmão de Honoria, Daniel, que vive exilado na Italia. Ele prometeu olhar por ela e leva suas responsabilidades muito seriamente. Odeia Londres e durante toda a temporada, permaneceu vigilante e intermediou quando acreditava que o pretendente não era o adequado.
Honoria e Marcus compartilham uma amizade, pouco atípica, fruto dos anos que se conhecem e que o torna parte da família.
Entretanto, um desafortunado acidente faz que ambos repensem sua relação e encontrem a maneira de confrontar o que surge entre eles, se tiverem coragem suficiente



Marcus Holroyd, é o nosso mocinho Conde ou Conde Mocinho rs. Bem jovem havia perdido sua mãe, e seu pai apenas cumpriu o seu papel de pai de forma mecânica, mas como uma obrigação de criar a criança do que aquele que daria amor e carinho. Dedicou o tempo do filho com estudos e disciplinas, afinal herdaria seu nome e sua fortuna. Deveria no mínimo ser um bom menino.

Quando chegou aos seus 12 anos, ele era uma criança praticamente adulta, pois não tinha amigos. Mas as coisas mudaram a partir do momento em que ele foi enviado para o colégio, e lá conheceu Daniel Smythe-Smith o garoto popular daquela época, e por este firmou uma amizade verdadeira, passando a ser considerado um membro da família rapidamente.

Um acontecimento grave alguns anos mais tarde, acontece com Daniel, que fez Marcus prometer que se responsabilizaria por zelar pelo bem-estar de Honoria Smythe-Smith, em especial - como dito por Daniel – com pretendentes imbecis.
Assim, Marcus a observava de longe e havia silenciosamente espantado um ou dois pretendentes.

Ou três. Talvez quatro.

Honoria Smythe-Smith é a filha caçula de lady Winstead. Todas as suas irmãs já estão casadas e ela, aos 21 anos, está desesperada. Prestes a participar de mais uma temporada social em Londres, deseja encontrar mais do que alguém que lhe dê status e uma aliança. Quem leu a série dos Bridgertons irá lembrar do quarteto de uma dos infinitos bailes, mas se eu disser que são as irmãs que tocam muito mal, vocês logo vão se lembrar rs
- Você precisa melhorar - sussurrou Honoria. - Não sei o que farei se você não melhorar. - Então, tão baixinho que ele mal a escutou, acrescentou: - Talvez você seja meu porto seguro.


O livro não tem muitos personagens e o foco fica nos dois protagonistas, eu gostei bastante dos dois. Honoria, apesar de também se envergonhar das apresentações, acha bonito ter uma tradição familiar e faz questão de honrá-la. 




A partir do momento em que entendeu de que a amava, esta paixão foi crescendo dentro dele. Provavelmente estava ali muito tempo, só esperando que ele notasse.

Amava Honoria. A queria. Necessitava dela.



Mesmo essa história se amarrando a série anterior da autora (Bridgertons - se não leu LEIA IMEDIATAMENTE, pois está perdendo). O modo delicioso como Julia escreve continua o mesmo (rápido, com humor e romance na medida certa), mas os personagens trazem algo novo... Talvez uma simplicidade maior, tanto na história quanto nos personagens. Não quero que me entendam mal, mas sempre temos um amor maior de uma autora, e os Bridgertons dão uma lavada.

É um livro sem suspiros ou emoção.

Um livro doce, posso assim classificá-lo.

"Simplesmente o Paraíso" é sutil e encantador.

OBVIAMENTE que eu recomendo para aqueles que já amam o gênero, mas caso você ainda não tenha se entregado a Julia Quinn, leiam os Bridgertons e em seguida o quarteto: vale a pena!


Lido em: Março de 2017
Título: Simplesmente Paraíso  
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance
Ano: 2017
Páginas: 272

4 comentários :

  1. Quero ler essa série nova da Julia Quinn, pois chamou muito mais a minha atenção do que os Bridgertons. Sem falar do box lindo que a Editora Arqueiro preparou. Amei sua resenha, intensificou ainda mais a vontade de iniciar o quanto antes essa leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito dessa série e esse início foi super legal. Que você curta os próximos livroz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O bacana é que ela é curtinha, se comparada as outras e a também espero gostar das próximas histórias...

      Excluir