Maio Especial dos Romances de Época: Entre o Passado e o Presente



Oi, Leitores!!!

Dando continuidade ao nosso Maio Especial dos Romances de Época?

Hoje quero papear com vocês sobre um fator que me chamou a atenção quando realizei a leitura de alguns livros ou em bate papo com as amigas leitoras.

Vocês acreditam que podemos discutir/debater/refletir sobre temas atuais que são trazidos a tona nos romances de época?

Pois a resposta é sim, continue a leitura dessa matéria e entenda melhor do que estou falando. Caso não tenha lido algum dos livros listados, você poderá obter algum spoiler, tá avisado e você decide se irá ler sobre ele ou não.


Um dos primeiros livros de época que li e já notei traços de temas atuais foi em O Despertar do Lírio da autora Babi A. Sette, nele percebi claramente a discussão sobre o empoderamento feminino e a sua importância para as mulheres. Além disso, a personagem principal dedica-se a cuidar de mulheres que foram abandonadas grávidas. Fica clara a mensagem de sororidade (união e aliança entre mulheres, baseado na empatia e companheirismo, em busca de alcançar objetivos em comum).







Em Cilada para um Marquês, Sarah MacLean nos conta da paixão do Rei e seus amigos pelas corridas de cabriolé e confesso que com a descrição que ela fez, fiquei pensando na paixão de tantos caras por carros e velocidade, se arriscando por aí em rachas da vida.

(...) quando o cabriolé que vinha em primeiro se inclinou sobre uma roda, quase virando antes de cair novamente, o que lançou um dos raios da roda pelo estacionamento, enquanto o condutor executava uma meia-volta perfeita, ficando de frente para os veículos que o seguiam logo atrás.




Já em Amor para um Escocês, ela trás o drama de Lily, que confiando no homem que amava, permitiu que fosse feita uma pintura de um nu, quantas e quantas vezes não escutamos a história de alguma garota que teve sua intimidade exposta pelo ex ou atual parceiro? Onde muitas permitiram os cliques ou filmagens por amar e confiar no parceiro?          








Em A Soma de Todos os Beijos, a autora Julia Quinn nos trará um personagem secundário, que como a própria sinopse já diz "não é muito chegado a mulher" e assim percebemos que a homossexualidade e o preconceito que se tem já vem de longo tempo e isso só me faz refletir, querer, desejar e lutar para que isso acabe. Cada um de nós tem o direito de escolher qual caminho seguir.      






Em Seduzida por um Guerreiro Escocês, Eveline Armstrong é tratada como diferente, considera maluquinha por muitos, devido ao fato de ser surda, deficiência adquirida após um grave acidente, que além da sequela física, deixou também sequelas psicológicas.

Quantas vezes na vida você viu alguém ser excluído por ser diferente? Que padrão absurdo é esse que nos é imposto onde quem não se enquadra, não pode ser tratado como um igual?                


Esses foram apenas alguns exemplos de romances que trazem temáticas que podemos associar aos tempos atuais.

Você se recorda de algum outro romance de época que se encaixa nessa premissa? Deixe sua opinião nos comentários.


Posts relacionados

0 comentários