Resenha: A Garota do Calendário #5



Oi, Leitores!!!

E a saga da Mia Saunders para pagar a dívida do seu pai continua...

Eu particularmente achei o mês de Maio o mais diferente de todos, com uma pegada para o humor bem maior e nele também vamos conhecer muito mais dos dilemas e sentimentos da Mia e isso fez com que eu gostasse bastante deste mês.

Já leu a resenha dos outros meses? Não? Então confere aí embaixo, é só clicar no mês...


Se você ainda não leu os outros livros, essa resenha possuíra spoillers, então não leia...


Antes de partir para a sua próxima "missão", Mia passa uns dias com sua irmã e terá que lidar com alguns dramas familiares. Maddy está namorando e isso a preocupa, ela tem receio que a irmã deixe de se dedicar aos estudos por estar apaixonada e sua preocupação aumentará mais um pouco quando descobrir que a irmã perdeu a virgindade, como ter essa conversa??? 

É nesses momentos que ela sente ainda mais raiva da mãe por tê-las abandonado, afinal era ela quem deveria estar tendo essa conversa com a Maddy e não ela... Mas como não existe outras opções, Mia dará todo o apoio e conselhos possíveis a irmã, mesmo sentindo tanto medo dela estragar a própria vida por um relacionamento. E ela nem imaginava que teria mais coisas desse relacionamento para surpreende-la, mas nem irei contar a vocês, descubram por conta própria.

Em Maio, Mia foi contratada por um casal que trabalha com moda para que ela participe de uma campanha de biquínis voltada para as meninas plus size, não existe nenhum interesse de relacionamento entre eles, apenas o desejo de ter uma mulher tão bonita quanto a Mia e que é perfeita para a campanha.

Isso já faz com que o maio seja diferente dos meses anteriores, ela não ficará 24 horas disponível para seu contratante e poderá curtir o Havaí e é por isso que ela convida Maddy e Gin (sua melhor amiga) para passar uns dias lá com ela.

Ela só não contava que conheceria Tai, um maravilhoso e gostoso samoano que irá participar da campanha com ela, já no primeiro dia... E a química que brota entre eles é instantânea e teremos diversos momentos on fire entre eles.


Mas além de todos esses momentos, acompanhar a estada de Maddy e Gin com ela, os passeios, as festas e tudo o mais que elas fazem junto, é muito legal...

Gostei do fato de ela não estar envolvida diretamente com o cliente, de ter se permitido viver e conhecer novas pessoas, mas gostei mais ainda das lições que ela tirou para a sua vida.

Não havia muito que eu pudesse fazer além de seguir meu próprio conselho. As mesmas palavras que falei para Tai mais cedo surgiram em minha mente.Deixa rolar.Foi isso que decidi que iria fazer pelo resto do meu tempo ali e pelo resto do ano.

A cada livro vou torcendo para que ela encontre o seu caminho, que consiga sanar essa dívida e entenda que está no momento de ela cuidar de si mesma e não dos outros. Talvez, ela tenha começado a entender isso neste livro... E eu ainda continuo torcendo por uma certa decisão dela, que envolve um chaveiro do primeiro livro, apesar das coisas estarem estranhas, ainda continuo torcendo por isso...

Agora é ler o livro de junho e descobrir quais as próximas aventuras da nossa garota.


Lido em: Abril de 2017
Título: A Garota do Calendário - Maio
Autora: Audrey Carlan
Editora: Verus
Gênero: Romance/Erótico
Ano: 2016
Páginas: 144

Encontre-me

Posts relacionados

0 comentários