Resenha: O Príncipe dos Canalhas



Oi, Leitores!

Vocês já notaram aqui todo o meu amor pela Sarah MacLean e um dia algumas amigas me indicaram a leitura de mais duas autoras, que elas acreditam que iria gostar e uma delas foi a Loretta Chase e já afirmo aqui para vocês, elas estão certíssimas,

Em O Príncipe dos Canalhas, vamos conhecer o lorde Belzebu, o marquês de Dain, Sebastian Ballister.

Há muitos anos atrás, depois de ser abandonado pela mãe (que fugiu com o amante e o deixou para trás), ser rejeitado pelo pai que o colocou em um colégio interno e chegando lá foi completamente humilhado pelos seus colegas de escola e ignorado pelas meninas, precisou aprender a se defender de todas as violências da vida, tornou-se um adolescente frio, calculista e reservado.


Assim, Dain tornou-se um homem temido e que nenhuma mulher de respeito queria ao lado, mas também ele não faz questão algum de estar em meio a sociedade, adora um antro de jogatina, apostas e prostituição

Mas tudo isso irá por terra no dia que seus olhos pousarem na independente, audaciosa e inteligente Jessica Trent.

Jessica foi à Paris para salvar o paspalho do irmão Bertie das más influências de Dainm, ela é uma mulher diferente das demais, muito segura de si, determinada e liberal para a época (graças a sua linda avó), ela não irá temer nenhum das ameaças do Belzebu, considerado por ela o diabo em pessoa.

Mas o que ele não esperava é que essa mulher, tão irritante, iria despertar sentimentos que ele nem acredita que podiam existir dentro dele. E ela não imagina que o homem que ela tanto detestava por influenciar tão mal seu irmão (um idiota completo ao meu ver) poderia ser tão inteligente e capaz de seduzi-la mesmo sem essa intenção, fazendo até com que ela o admirasse.

Entre encontros e belas discussões, os dois vão parar na boca dos fofoqueiros e apostadores, todos queriam saber até quando eles resistiriam um ao outro... E nisso, teremos literalmente uma disputa entre eles recheada de armadilhas, má interpretação, atração, desejo, paixão...

Ele se encostou no poste e o abraço esmagador se afrouxou, pois seus músculos pareciam feitos de borracha. Ainda assim ela se prendia a ele, o corpo deliciosamente curvo deslizava pelo seu até que os pés dela tocaram o chão. E ela não se soltou do seu pescoço. Não afastou sua boca da de Dain. Seu beijo era tão doce e inocentemente ardente quanto o dele era ousado e provocante. 

O encontro deste dois surgiu para que cada um despertasse em si o que tem de melhor, mas até eles chegarem neste ponto muitas coisas irão acontecer... Verdades reveladas, inseguranças e medos, admiração e amor, uma paixão arrebatadora, descobertas de sentimentos, um querer bem... E tudo isso com nível zero de enrolação, o ritmo que as coisas vão se desencadeando é incrível, nem rápido demais e nem devagar demais, a medida certa.

A escrita da Lorreta é deliciosa, rebuscada na medida correta e a forma com a qual ela desenrola os fatos é extremamente envolvente, por isso não foi a toa que este livro foi o ganhador do prêmio RITA de Melhor Romance de Época, ele com certeza entrou no rol dos meus favoritos e não sai mais.

Com certeza faz parte da minha lista de indicações do gênero, se você ainda não leu, precisa conhecer a história.


Lido em: Maio de 2017
Título: O Príncipe dos Canalhas 
Autora: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance/ Romance de Época
Ano: 2015
Páginas: 288

Encontre-me

Posts relacionados

0 comentários