Resenha: A Entrevista



Oi, Leitores!!!


Bom, hoje vamos falar de um livro que eu estava cheia de expectativas, será que ele me agradou??

Tess Canyon é uma mulher ressentida, até hoje ela não aceita o fato do seu pai ter sido demitido das empresas Diamond sob a suspeita de desvio de verbas e pior ainda para bancar uma suposta amante... E assim, percebe a oportunidade de vingança quando a empresa abre a seleção para o cargo de assistente executivo.

Até o dia em que ele foi demitido, acusado injustamente de apropriação indébita de fundos da empresa. Isso custou a ele - a nós - tudo.

Ela acredita que entrando na empresa, terá acesso a informações que lhe ajudarão a mostrar a inocência do seu pai e consequentemente destruir a empresa. Daí já achei essa vingança mal elaborada e consequentemente sem propósito... Mas vamos em frente!

Assim que é recebida por um dos executivos para realização da entrevista, ela percebe que não será um processo tão simples e após seu encontro com Mr. King ela tem a certeza de que ser contratada e se vingar não será tão simples assim. Até porque será surpreendida ao entender que a vaga na realidade é para ser o novo CEO da empresa.

Eu não pertencia àquele lugar, mas isso não iria me impedir. Eu acalentava minha vingança desde os 15 anos, quando meu pai morreu (...)

Para conquistar essa vaga, ela deverá passar por sete entrevistas, sete desafios, setes testes, com sete entrevistadores diferentes, sem grandes informações, Tess contará apenas com sua criatividade, habilidade, inteligência e competência para avançar em cada uma das etapas. Será Tess capaz de superar cada um destes desafios ao quais será exposta?

Bom, como disse no comecinho desta resenha, eu estava cheia de expectativas para ler este livro, por diversas razões... Primeiro, por ter sido direcionado aos fãs da série A Garota do Calendário... Segundo, a sinopse demonstrava que além de todo o mistério dos desafios da entrevista e da vingança, teríamos sete homens sexy e muita sensualidade... 

Mas sinceramente, na minha opinião o livro nada tem da pegada de A Garota do Calendário, a não ser o fato de ser dividido (no primeiro por mês e no segundo por dia da semana), não existe sedução algum nas entrevistas e sim homens bonitos... O que me prendeu durante a leitura foi o processo de seleção, as entrevistas eram interessantes e o que me moveu a manter a leitura foi exatamente saber como ela se sairia a cada etapa.

Uma outra coisa que me incomodou foi a sensação que tive de que a autora saiu catando vários pontos que as leitoras gostam e colocou em seu livro, causando no fim uma mistura desordenada... Sem contar que senti um não aprofundamento dos personagens, não consegui visualizar uma evolução, um crescimento...

Depois de muito pensar, cheguei a conclusão de que o grande problema na leitura deste livro não é por considerá-lo ruim, porque de verdade ele não é, mas sim o fato de a sinopse não representar de verdade o seu conteúdo e por ser vendido como um new adult e na minha opinião, ele não se encaixa neste gênero, isso criou muita expectativa para mim e infelizmente não foi suprida.





Lido em: Maio de 2017
Título: A Entrevista
Autora: Shana Gray
Editora: Gutenberg
Gênero: Romance
Ano: 2017
Páginas: 272




0 comentários :

Postar um comentário