Resenha: Um Acordo de Cavalheiros


Oi, Leitores!!!


Esse ano decidi participar da Maratona Literária de Inverno, a #MLI2017, e hoje vim contar a vocês sobre a minha primeira leitura.

Essa foi a minha primeira experiência com a autora Lucy Vargas, ela esteve em Salvador no evento Chá de Romance de Época da Record e aproveitei a oportunidade para conhecer o seu trabalho.

Em Um Acordo de Cavalheiros, vamos conhecer Tristan Thorne e Dorothy Miller.

Ele é o Conde de Wintry, um homem da sociedade que vive tendo sua vida exposta em jornais e tem a fama de ser amante de bebidas, jogos e prostitutas, um verdadeiro libertino. Sendo assim, não é o tipo de homem pelo qual uma dama irá se interessar ou se aproximar.

Dorothy Miller é uma dama extremamente responsável, mas que infelizmente (ou não) está passando da idade de se casar, seu grande objetivo é casar a sua prima Cecília e deixa-la bem assistida, já que seu pai está bem doente e pode falecer a qualquer momento, o que a deixaria órfã e sob a custódia de uma tia bem antiquada e infernal.

Em um dos bailes, o caminhos deles se cruza e o improvável acontece, eles se aproximam (até demais!) e acabam se identificando mais do que esperavam, o que surpreende os dois. E o resultado de uma conversa regada a um bom vinho não termina como esperado, pelo menos para Dorothy.
- Como eu posso estar no mesmo lugar que o senhor e com meu corpete caído? - perguntou ela antes que ele se aproximasse ainda mais.
E é desta noite que surge o acordo entre eles, lógico que a proposta é do libertino para que eles sejam amantes até o final da temporada, e após muito refletir (ou fazer um charme como dizemos hoje em dia), ela topa a proposta.

Dorothy viverá algo que ela nunca imaginou e Tristan pela primeira vez se sentirá a vontade em conversar com alguém que não seja a sua tia de criação (que já faleceu) ou sua prima.

A química entre eles é bem interessante, a forma como eles se entregam e vivem intensamente quando estão juntos é muito envolvente e o jeito como eles irão lidar com seus sentimentos e inseguranças é bem peculiar. Eles vão aprender juntos, se descobrir e mudar seus conceitos sobre algumas coisas.

Mas nem tudo será perfeito e algumas descobertas e revelações mudarão o rumo da vida dos nossos personagens... A grande questão é o quanto essa mudança irá afetá-los e o que sobrará disso...

Uma coisa que achei interessante foi abordar a profissão do Tristan, além de Conde, ele trabalha como espião e durante todo o livro vamos acompanhar a sua atual missão, não sabia que nesta época existia algo deste tipo e de forma tão organizada.

Eu curti muito a história, o erótico tem a medida certa, mas durante a leitura um ponto me incomodou um pouco, entendo que quando os personagens, principalmente aqueles que estão alguns passos a frente da sua época, tratam-se de maneira mais informal quando estão em sua individualidade, mas achei que mesmo em diálogos públicos essa informalidade foi muito presente.

Lido em: Julho de 2017
Título: Um Acordo de Cavalheiros
Autora: Lucy Vargas
Editora: Bertrand Brasil
Gênero: Romance
Ano: 2017
Páginas: 350

Encontre-me

Posts relacionados

9 comentários

  1. Oi, Mara,
    Eu, simplesmente, amo esse clima de mistério e sedução dos romances de época. As capas dos livros são deslumbrantes e fazem a gente viajar um pouco na história que vai se desvendando aos poucos durante a leitura! Já está anotado para ler depois! Abração!
    Drica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Drica! Que bom que você curtiu a dica, fico super feliz!!!
      Um beijão e obrigada pela sua visita!!!

      Excluir
  2. Oi, tudo bom?
    Eu não conhecia o livro, mas adorei a resenha, gosto muito de romances de época, e fiquei encantada com esse, espero poder ler logo logo.
    Parabéns a resenha ficou muito legal.
    beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiiii, esse livro é super bacana, tomara que você consiga ler logo!!!! Que bom que gostou da resenha... Obrigada pela visita! Beijão!!!

      Excluir
  3. Oi Mara,
    Gostei bastante da sua resenha, mas eu não sei porque ainda não consigo ler romances de época, entretanto anoitei o nome do livro e afinal essa capa é linda.

    Beijos,
    Letícia do Garota Perdida nos Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii, Letícia!
      Eu (Mara) também tinha um certo preconceito literário pelo estilo Romance de Época, mas me rendi totalmente ao gênero... Se arrisque!!!
      Obrigada pela visita!
      Beijão!

      Excluir
  4. Oiiii tudo bem??

    Não conhecia a história, mas não sou muito de ler romance de época, ainda mais que não curto muito texto erótico.
    Mas adorei a resenha e fiquei bem interessada.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rafa! Que bom que curtiu a resenha! Um beijão!

      Excluir
  5. Oi!
    Adoro romance de época e acho que vou gostar desse também. Anotei sua dica e pretendo fazer a leitura em breve. Adorei sua foto.
    Beijos

    ResponderExcluir