Resenha: Persepólis

Oi, Leitores!!

Uma das coisas que mais me fazer amar participar do projeto de livros viajantes é ter a oportunidade de ler livros que talvez nunca fosse me propor a comprar e ler.

Persépolis é uma HQ (história em quadrinhos) é a autobiografia de Marjare Satrapi que nos contará, vinte e cinco anos depois, como foi viver em um período de guerra. Ela é a responsável não só por contar a história, mas por toda ilustração e parte gráfica do livro.

A história começa quando ela tem 10 anos e passou a usar, de forma obrigatória, o véu islâmico. E assim, ela nos conta como foi viver no Irã durante sua infância e adolescência, tendo que enfrentar todo os dilema político tão autoritário e repressor. Paralelo a isso, também acompanhamos o seu amadurecimento, vivências e dilemas típicos da transformação de menina para mulher.

Por ser de uma família moderna e politizada, Marjare nos traz uma visão diferenciada de todo esse período da revolução xiita que mudou drasticamente a vida de todos os iranianos.

Uma história real, contada por quem sofria com todo esse movimento, que nos faz questionar milhões de coisas a cada quadrinho e nos faz sentir o mesmo medo, insegurança, dor e instabilidade que ela sente.

A Marjare tem uma personalidade incrível, ela é objetiva e quer participar da revolução, ela sempre quis e fez questão de fazer a sua parte, de ser ativa em todo esse processo. E o melhor é você mesmo realizar a sua leitura e se encantar com essa menina-mulher.

Nunca havia lido nenhum livro ambientado nesse período de guerra no Islã, então tive uma aula gigante sobre história, conhecendo muito sobre a revolução, as regras religiosas, a cultura da região. E isso só me instigou a ler mais e mais e mais.

Com o passar das páginas, a minha emoção aumentava mais e mais, passei a sentir a dor que a Marjare sentia. Um livro que por muitas vezes me deu a sensação de impotência,um livro que nos faz refletir, nos tirando da nossa redoma, nos confrontando, nos dando tapas e choques de realidade.

Uma história profunda, reveladora, que nos trará a consciência da necessidade de entender, debater e discutir a política, o nosso papel na sociedade, o nosso papel enquanto mulher.

Na vida você vai encontrar muita gente idiota. Se te ferirem, pensa que é a imbecilidade deles que os leva a fazer o mal. Assim você vai evitar responder às maldades deles. Porque não tem nada pior no mundo do que a amargura e a vingança... Seja sempre digna e fiel a si mesma.
Lido em: Setembro de 2017
Título: Persepólis
Autora: Marjare Satrapi
Editora: Quadrinhos na Companhia
Gênero: Literatura Estrangeira
Ano: 2007
Páginas: 352

Descobri por acaso que o livro teve cedido os direitos cinematográficos e que foi produzido uma animação sobre ele.


Encontre-me

Posts relacionados

0 comentários