Resenha: Os Paradigmas de Amy



Oi, Leitores!

Como eu tinha contado a vocês no post Livros que vou ler em Janeiro de 2018, conheci a Alexia Road na Bienal do Livro e após um bom bate papo com ela, decidi comprar Os Paradigmas de Amy.

O livro é bem curtinho, então é daqueles livros que lemos em um dia. Nele vamos conhecer Amy, uma mulher casada e com um filho lindo (leia e você irá concordar comigo). Mark, o seu esposo, segue muito bem a linha machista da pequena cidade onde eles vivem, mas ele é o pior tipo de machista que existe, pois exerce uma agressão psicológica que fez Amy descobrir o pior lado de um relacionamento, quando ele não é baseado no amor.


A cada dia que passa, conviver com Mark torna-se mais difícil e durante muito tempo ela acha que precisa aceitar aquele seu destino, mas quando as agressões do marido extrapolam o tolerável para ela, seu grito de liberdade é dado, de forma trágica, mas é dado.

E a partir daí, vamos acompanhar o recomeço da Amy, algo que tantas mulheres fazem, mas tantas outras não conseguem. O dela será recheado de coisas boas, mesmo quando existir o acontecimento de coisas negativas. A força e o amor que ela carrega consigo, mesmo depois de tudo que passou é algo surpreendente.

A escrita da Alexia é deliciosa, fazendo com que a leitura flua e você nem perceba o quanto está lendo até chegar ao final da história. 
A vida sempre nos dá oportunidades, depende de nós aceitá-las.
Uma história real, cheia de ensinamentos, questionamentos e incentivo a mudança. A história de uma mulher, que como tantas outras se anulou, mas que também deu um belo grito de liberdade, encontrando seu amor próprio, tomando o comando da sua vida e nos surpreendendo com o caminho trilhado.

Lido em: Janeiro de 2018
Título: Os Paradigmas de Amy
Autora: Alexia Road
Editora: Pandorga
Gênero: Romance/Nacional
Ano: 2017
Páginas: 98

Encontre-me

Posts relacionados

11 comentários

  1. Oi Mara, eu adorei esse livro. Achonque deveria ser leitura obrigatória a todos.
    Ele nos faz refletir muito na forma como agimos e como deixamos os outros agirem conosco. Uma reflexão muito importante.
    Adorei a resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nana! Fico feliz que vc tenha gostado da resenha... Esse livro é muito bom mesmo!

      Excluir
  2. Oi Mara!
    Não conhecia o livro, gostei muito da premissa e vou anotar anotará dica! Me parece uma daquelas histórias cheias de reflexões!

    Beijokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kelly, pode ter certeza que ele é carregado de reflexões e sentimentos... Beijão!

      Excluir
  3. Eu não imaginava que o livro tratava desse assunto, sério, fico feliz que a obra aborde um tema que mereça a notoriedade que vem tendo, que é um relacionamento abusivo. Saber que ela se livra disso também me deixou animada com a leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dayhara! Com certeza é um tema importante e que deve ser debatido sempre!!!! Que bom que se animou para a leitura!

      Excluir
  4. Gostei da premissa do livro, ainda mais sabendo que o assunto tratado nele não foi romantizado, pelo menos é o que parece. Não conhecia a autora, mas quero ler.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii, com certeza não foi romantizado! Vc vai amar a escrita da Alexia!

      Beijos!

      Excluir
  5. Oi!
    Eu fiquei bem interessada por esse livro. O enredo me chamou muito a atenção e eu acho que a leitura pode proporcionar muitos ensinamentos mesmo sendo um livro curtinho. Dica mais que anotada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Milena!!

      Que bom que você curtiu a dica!!!

      Um beijão!!

      Excluir
  6. Oi Mara!
    Acho importantíssimo que a literatura aborde temas como a violência doméstico. Milhares de mulheres vivem como Amy e acham que precisam suportar a agressão, que de certa forma, ela faz parte do casamento. Imagino que ler a história dela vai dar força para que essas mulheres também mudem suas vidas.
    Bjs!

    ResponderExcluir