Resenha: A Pousada Rose Harbor (Rose Harbor #1)


Oi, Pessoas... 


Mais um livro viajante pra uma leitura completamente desconhecida... Será que eu curti? Confira!

A busca por um novo começo pode levar a grandes revelações. Jo Marie Rose decide comprar uma pequena pousada, como forma de superar a morte do marido. Mal sabe ela que as surpresas que a esperam nessa nova empreitada. Seu primeiro hóspede é Joshua Weaver, que voltou para casa para cuidar de seu padrasto doente. Os dois nunca se conheceram pessoalmente e Joshua tem alguma esperança de que possam conciliar suas diferenças. No entanto, uma habilidade de Joshua há muito perdida prova que o perdão nunca está fora de alcance e que o amor pode florescer onde menos se espera.
A outra hóspede é Abby Kincaid, que retorna a Cedar Cove para comparecer ao casamento do irmão. De volta pela primeira vez em 20 anos, ela quase deseja não ter ido, devido às memórias trazidas pela pitoresca cidade. E conforme Abby se reconecta com sua família e seus velhos amigos, percebe que só pode seguir em frente se permitir-se verdadeiramente a isso.
Jo Marie Rose é uma mulher que demorou muito para encontrar o amor, mas quando encontrou foi pleno e lindo, mas parece que mesmo sendo tarde, o destino foi cruel com ela. Uma tragédia acabou com sua felicidade. Mesmo sem chão, ela decide ir para outro lugar, largar o emprego e acaba comprando uma pousada e se muda para Cedar Cove. Um lugar desconhecido e um futuro incerto.
O que as pessoas ao meu redor aparentavam não compreender era que a vida que eu conhecia, do jeito que eu a queria e como a sonhava, tinha acabado. A única forma de eu me realizar era encontrar uma nova vida.
Cedar Cove surpreende nossa protagonista, pois a cidadezinha por mais que seja pequena e simples, é bastante aconchegante. Ainda nos preparativos da pousada que comprou há poucos dias, ela já tem duas reservas feitas pelos antigos donos.

A pousada Rose Harbor é um livro cheio de revelações e muitos momentos dramáticos e também fofos. Com capítulos alternados pelo ponto de vista dos personagens, sendo: Jo Marie, Joshua e Abby, que nos deixa saber direitinho o que acontece com cada um deles e o que estão pensando sobre o que acontece em suas vidas. Quem me conhece sabe que eu não curto muito escritas com essas narrativas, mas a escrita da autora ajudou bastante.
Paul dissera que a pousada era um presente dele para mim. Eu faria o meu melhor para oferecer conforto aos dois hóspedes; talvez, ao meu entregar ao trabalho, eu pudesse encontrar a alegra que Paul me prometera. E, com o tempo, talvez fosse possível que eu reencontrasse uma forma de voltar à vida.
Imagem relacionada
Decidi batizá-la de Pousada Rose Harbor. "Rose" vem de Paul Rose, meu marido por menos de um ano; o homem que sempre vou amar e por quem vou chorar pelo resto de minha vida. "Harbor" (porto), porque este é o lugar em que joguei minha âncora no momento em que a tempestade da perda me abateu.

Não espere muito da obra, ela é um romance beeeeem água com açúcar (se é que podemos classificar como romance), mas isso não quer dizer que seja ruim. Algumas pessoas gostam de ter um livrinho leve depois de um livro um pouco mais tenso... Esse é um bom livro pra isso.

Debbie Macomber mandou bem com a escrita desse livro.

Um livro que nos faz refletir sobre vários assuntos delicados e como continuar a viver com todos os percalços que acontecem na vida.



Gostei na narrativa das coisas, apesar de que em alguns momentos, eu queria pular alguns capítulos.

A capa do livro não é lindíssima, mas combinou com a história.

Nem sei se irei ler a continuação... Siiiiimmmmm é uma série.




Lido em: Janeiro de 2018
Título: A Pousada Rose Harbor
Autora: Debbie Macomber
Editora: Novo Conceito
Gênero: Romance
Ano: 2015
Páginas: 350




Encontre-me

Posts relacionados

6 comentários

  1. Gosto de do drama e dessa interatividade dos capítulos, isso traz fluidez a leitura e por ser bem água com açúcar eu anoto a dica para ler nas famosas ressacas literárias.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Li esse livro já tem uns anos, gostei dele por ser mais leve como vc disse, as vzs tudo o que vc precisa é disso. Sobre a continuação, nunca ouvi nada sobre ele :/

    ResponderExcluir
  3. Gosto desse tipo de livro mais leve e estou preferindo livros assim ultimamente.
    Não descarto a possibilidade de ler essa narrativa esse ano.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Não sabia que era uma série, e que tinha fotos dentro, essa que vc publicou ... linda, essa pousada existe mesmo!??
    E como vc destacou, as resenhas que li as opiniões se dividiram, então decidi adiar a leitura, mas ainda tenho curiosidade para ler essa história. Gostei de conferir suas impressões. Beijos e ótimo mês de fevereiro para vc!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu!!
    Sempre mantenho um água com açúcar por perto hahahahha como ando lendo muito thriller as vezes bate a ressaca e aí só o água com açúcar para curar hahahhaha. Gostei da dica, vou deixar anotado para os momentos de desespero!!

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bem?!?! Eu li outros dois livros dessa autora e sempre seguem esse mesmo ritmo. Mas eu adoro leituras assim para desestressar e para sair das ressacas que os dramas, que são meus amores, me deixam.
    Bjs

    ResponderExcluir