Resenha: Apenas um toque


Oi, Leitores!!!

Eu estava super curiosa para conhecer a história de Adam e Mila, então na primeira oportunidade que tive iniciei a leitura e ainda bem que não demorei tanto assim.

Neste livro, vamos conhecer Mila Carpenter, uma universitária que trabalha em uma delicatessen para se manter. Uma garota feliz, educada e muito carinhosa com todos que a rodeia. E é justamente por esse seu jeito meigo e com brilho diferente no olhar, que Adam St. James se apaixonou por ela.
Por causa dessa paixão, ele passou a frequentar a delicatessen diariamente, no mesmo horário e sentava-se a mesma mesa, para ser atendido por ela e assim ter o prazer de observá-la. Assim ele pode conhecê-la um pouco mais e meses depois, quando achava que era o momento ideal, ele a convidou para sair.

Mila achou absurdo, um homem tão interessante estar querendo sair com ela, mesmo ela estando relutante, Adam deu um jeito para que ela aceitasse o seu convite e aí ela descobre que além de lindo, o Adam é um dos homens mais ricos do país e isso é uma loucura na sua visão.
- Eu quero o que você tem a me oferecer, Mila - ele disse carinhosamente - Apenas você e eu.
Mas Adam não é de desistir fácil e ele nunca cogitou a possibilidade de desistir. Com sua dominância e insistência, Adam consegue o que mais deseja e eles viveram muitos momentos intensos e felizes.
Aquele foi o exato momento em que achei que poderia me apaixonar completamente por ele.
E como nada nessa vida é fácil e muito menos perfeito, um acontecimento fará com que Mila simplesmente fuja e ela some do mapa.

Adam tenta encontrá-la por um tempo, mas é como se ela simplesmente tivesse sumido do mapa e chegou aquele momento que ele desistiu e passou a conviver com a falta que ela fazia em sua vida. Mila, por outro lado, também sente sua falta, mas nada a fez voltar atrás e procurá-lo, mesmo apaixonada por ele.

Mas como o destino não libera nada, o que acontece? Sem esperar, eles se encontram e é um reencontro cheio de revelações, descobertas, exposição das mágoas e decisões importantes.

A partir daqui, serão tantas emoções, daquelas que eu não estava preparada, então fui dilacerada, mas terminei a leitura com um sorriso no rosto.

Você pode ter lido e pensado: mais um livro clichê, o homem rico com a menina pobre, o cara dominador com a menina inocente. Sim, talvez realmente seja, não irei entrar nesse debate com você, mas o grande lance do clichê e que o faz ser bom é quando ele é bem escrito, trazem novos elementos e consegue te envolver.

M.S. Fayes conseguiu exatamente isso, ela me envolveu em uma história que só sosseguei quando eu terminei a leitura, que foi super rápida e fluida. Algumas pessoas, podem achar que dentro deste contexto ou pela sua capa, teremos um livro hot, se você pensa isso, está totalmente errad@. O livro é envolvente, tem seu lado sensual, mas o mais importante dele é o amor construído entre os personagens, a intensidade com a qual eles vivem e a forma como cada um se porta diante de tudo isso.

Os personagens podem te trazer alguns acessos de raiva, mas te garanto, no final você estará rendida e apaixonada.

Em junho, a autora estará participando do The Gift Day Love, no dia 10/06, no Rio de Janeiro. E o melhor, o modelo da capa Vicent Azzopardi estará presente e também vai autografar os livros. 💓

Lido em: Março de 2018
Título: Apenas um toque
Autora: M. S. Fayes
Editora: The Gift Box
Gênero: Nacional/Romance
Ano: 2018
Páginas: 319
Adicione no Skoob | Compre: Amazon






Encontre-me

Posts relacionados

12 comentários

  1. Marocaaaa estava curiosa esperando você ler, só pra saber o que você achou do Adam rsrsrs.
    Ahhh o povo que reclama de cliché tem problema de interpretação de texto, pq afinal de contas TODO romance é clichê. Tem aquela fórmula: mocinha + badboy/ceo/mc ou qq outra denominação + amor + treta = final feliz.
    Todos os romances são isso. Então ou você gosta ou não gosta de romance rsrsrsrs
    Amei sua resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?

    Adoro livros clichês, e amo mais ainda quando a história prende a gente. Não conhecia esse livro e com certeza anotei a dica! Estou precisando ler livros assim.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Amei essa resenha e a Sailor Moon de olhos apaixonados tambéeem!!!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, IMAGINA SÓ O MODELO NO BRASIL, MISERICÓRDIA! Lendo a sinopse achei que se tratava de uma história romantica clichê mas a sua resenha me deixou tão animada que quero esse livro pra ontem.

    ResponderExcluir
  5. Oi Mara tudo bem? Já me apaixonei pela história só de ler sua resenha parabéns, adoro história clichês, bem escritos pois nos leva a viajar e suspirar, dica anotada obrigado. Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oi Mara.

    Eu não conhecia este livro e gostei da sua resenha. Ela mostrou uma história bem interessante. Vou adicionar na minha lista de desejados para conhecer melhor esse romance e viajar nesta aventura.

    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem? Sempre ouvi elogios para as histórias da M. S. Fayes no entanto nunca tive oportunidade de ler algo dela. Jura que a capa transpassa hot? Olha que leio muito o gênero, mas não achei não haha Fiquei bem curiosa com sua resenha, por isso dica anotada <3 Adorei!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Ai meu deus! Eu já estou apaixonada pela resenha imagina pela obra?? Pode isso?? huahuahuhua
    Amei a dica e a resenha e já estou ansiosa para ler!!

    Beijinhos

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  9. Oiiii,

    Adoro livros que tem um clichê bem trabalhado, porque se ele for mal trabalhado é só mais um livro que não cativa, mas sua resenha me deixou curiosa para saber o que leva ela a fugir e como eles se reencontram! E só pela resenha deu para ver que é um clichê bem trabalhado, então fiquei curiosa.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Em relação aos clichês, concordo com você, se for bem escrito, não tem coisa melhor!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Boa noite
    Parabéns pela resenha, o tipo de história não é bem o meu forte hehe, mas indicarei para quem curte, com certeza!!!

    ResponderExcluir
  12. Oi Mara!
    Realmente o livro é bem clichê, mas quem não ama um clichê bem escrito? Fiquei curiosa para saber o motivo que fez essa moça querer fugir de um homem lindo, rico e apaixonado por ela! kkkkk
    Bjs!

    ResponderExcluir