Resenha: A Lista Negra

Oi, Leitores!!!

Desde que li Amor Amargo, me rendi completamente a escrita da Jennifer Brown, aos temas que ela aborda e  a forma incrível que ela trata os sentimentos de cada um dos personagens.

Em A Lista Negra, não foi diferente! Para mim é um orgulho poder falar dessa história com vocês e espero que vocês leiam esse livro e todos os outros dela...
Valerie é uma adolescente que vive muitos dramas, os pais estão em uma péssima fase do casamento, são brigas constantes e isso a entristece muito, para completar ela e seu namorado Nick passam por muitas situações desagradáveis no colégio. 

Com tantas situações, em uma forma de desabafo, ela começou uma lista, onde ela listava todas as pessoas e situações que ela desejava que acabassem... Nick conhecia essa lista e o desejo de Valerie e um dia ele decidiu que estava na hora.

Nick abriu fogo contra muitas pessoas na cantina da escola, em mais um dia comum na vida deles, Valerie após o primeiro momento de choque e mesmo atingida, tentou detê-lo e assim salvou uma das pessoas que mais a maltratava, chamando-a de Irmã da Morte. Mas algo foi constatado, Nick não atirou nas pessoas aleatoriamente, mas sim direcionando às pessoas que estavam na lista.

Muitas delas sobreviveram, mas isso não muda o que aconteceu... Entre se recupera fisicamente do tiro que levou, passar por tratamentos devido ao fato de entenderem que ela tinha características de um suicida, interrogatórios da polícia e cuidar dos seus sentimentos após o ocorrido, Valerie agora irá enfrentar o retorno a escola para conclusão do Ensino Médio.

O retorno dela a escola é um enorme passo. Valerie está lidando com a dualidade do seu sentimento pelo Nick, pois ao mesmo tempo em que sente tristeza pelo que ele fez, ainda o ama, os problemas familiares aumentaram após o acontecido, as suas relações de amizade sofreram enormes rachaduras e ainda precisa encontrar não só a garota que ela salvou, mas também todos da escola que são vítimas, mas também responsáveis por tudo que aconteceu.

Valerie tinha apenas um objetivo, ela precisava encontrar o seu papel no mundo, entender qual foi o seu papel nesse massacre e o mais importante, reencontrar-se para seguir em frente.

A partir do retorno da Valerie para a escola, a autora nos trará uma enxurrada de sentimentos, situações e reflexões. Este é um livro profundo, intenso, comovente e necessário... Que trata o bullying de uma forma ampla, pois em momento algum ela nos traz culpados, mas o papel, escolhas e responsabilidade de todos os envolvidos, os que praticam, os que sofrem, os que observam, os que tentam impedir.... Um retrato impressionante do comportamento humano, uma verdadeira lição de resiliência, reencontro consigo mesmo, perdão e esperança.

Apesar de trazer um tema pesado, afinal como você ficaria se presenciasse um massacre? como você ficaria se fosse alvo de uma arma?, e principalmente, como você ficaria se sentisse que foi o responsável por tudo aquilo, mesmo que não tivesse sido você a apertar o gatilho?, Jennifer escreve de uma form que não nos sentimos sufocados e nem angustiados com toda aquela situação, mas é impossível não pensar e se fosse comigo?

Para mim este deveria ser um livro adotado em muitas escolas, um livro onde pais deveriam ler com seus filhos, mostrando as consequências e marcas que o bullying causa em alguém, afinal isto não é uma brincadeira, pois brincadeira só é brincadeira, quando todos estão se divertindo.

Um livro instigante, reflexivo, realista e tocante. Mais uma vez, vou ser repetitiva mesmo, LEIAM!

Lido em: Agosto de 2018
Título: A Lista Negra
Autora: Jennifer Brown
Editora: Gutenberg
Gênero: Romance
Ano: 2012
Páginas: 272
Adicione no Skoob | Compre: Amazon

Encontre-me

Posts relacionados

1 comentários

  1. Ola Mara,
    Eu amo esse libro, já faz um ano que li, mas me voltou a mesma emoção de ajandk li, lendo sua resenha.
    Uma história surpreendente. O relato e forte, mas nos toca.
    Adorei sua resenha.
    Abraços

    ResponderExcluir