Resenha: O Fundo é apenas o começo

Oi, Leitores!!!

Hoje vim falar sobre esse livro que mexeu e muito com as minhas emoções e entrou para a lista de favoritos...

Confesso que são tantos sentimentos quem nem sei por onde começar essa resenha, então espero conseguir passar para vocês boa parte do que senti durante a leitura.
A história irá nos apresentar a Caden Bosh, um garoto de 15 anos que sempre foi muito na dele, adora desenho e jogos, tanto que junto com dois amigos está desenvolvendo um jogo de RPG. Sempre foi um ótimo aluno, muito próximo da sua irmã e nunca preocupou os seus pais.

Mas de uns tempos para cá, ele começou a ter alguns comportamentos diferentes e bem estranhos... Fazendo com que seus amigos, pais e professores percebessem que algo estava errado, mas o que seria?

Não me lembro de terem se passado quarenta minutos. Olho para os dois lados da folha e vejo constelações insólitas que não existem no céu, e ainda assim são mais verdadeiras do que as estrelas visíveis. Só fica faltando unir os pontos entre eles.

Os comportamentos de Caden demonstram um grau de medo, ansiedade e pânico... Ele tem certeza que um colega de escola o está perseguindo com o objetivo de matá-lo e ele passa a caminhar longas distâncias, sem se preocupar com os machucados nos pés, afinal essa era a única maneira para que todos ficassem seguros.

E com a sua narrativa, começamos a acompanhar seus momentos de lucidez e alucinação, a mistura entre realidade e ilusão... Vamos mergulhando fundo no funcionamento confuso de sua mente e a todo momento comecei a ter as sensações/sentimentos que ele sentia... Por muitos momentos a leitura foi angustiante e intrigante, afinal vamos percebendo como o medo, insegurança e pânico circundam a sua vida e como é difícil manter-se são.

A situação chegará ao limite e com isso vamos acompanhar a sua jornada diária para manter-se bem, lutando, principalmente, para descobrir como fazer isso.

O início do livro me assustou um pouco, me senti confusa e perdida... Avancei a leitura, com uma insegurança enorme de "serei capaz de ler essa história?", mas não queria desistir, pois lá no fundo sentia que seria uma leitura especial.

Com o tempo, começamos a entender um pouco do que está acontecendo, e aqui vai o meu maior elogio a este livro e também o maior motivo para eu amá-lo tanto: o autor retrata perfeitamente qual a questão psicológica que o Caden vive, sou estudante de Psicologia e sei que as artes de entretenimento em geral por muitas vezes não mostram qual a verdade da realidade de uma pessoa com um transtorno mental, mas Neil Shusterman foi assertivo, realista e extremamente empático.

Um livro que mexe com as nossas emoções, nos tira da nossa zona de conforto, pois infelizmente não sabemos lidar com a situação, nem nos livros e muito menos na vida real. A leitura me fez refletir muito sobre o meu papel enquanto cidadã e futura psicóloga. 

Uma leitura que recomendo para todos, pois precisamos entender que os transtornos psicológicos não são loucura pura, que existem cuidados e mecanismos para que estas pessoas consigam viver de forma tranquila. Depressão, pânico, ansiedade e outras transtornos não são frescura e muito menos mimimi.

A leitura irá nos proporcionar entender como a mente de um esquizofrênico funciona, como ele se sente, quais são as suas lutas e principalmente do que ele precisa.

Minha leitura gerou um misto de emoções, senti medo, raiva e conclui a leitura com os olhos marejados, pois passei a amar o Caden, de uma forma profunda e meu único desejo era que ele encontrasse o seu caminho, um equilíbrio entre a realidade e a alucinação, eu só queria que ele ficasse bem.

  Lido em: Agosto de 2018
Título: O Fundo é apenas o começo
Autora: Neil Shusterman
Editora: Valentina
Gênero: Jovem Adulto
Ano: 2018
Páginas: 272
Adicione no Skoob | Compre: Amazon

Encontre-me

Posts relacionados

7 comentários

  1. Esse livro entrou para os meus favoritos do ano.
    Li assim que foi lançado e fiquei apaixonada pela escrita do autor e a forma que ele tratou um assunto tão complexo. Agora quero conhecer outras obras dele <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  2. Oi! Quando eu li a sinopse eu já esperava uma leitura delicada e incrível, um mergulho na mente humana e no desconhecido ao mesmo tempo. A escrita do autor parece ser incrível e a abordagem deste tema parece ser feita com muito cuidado e tato. Gosto bastante de tramas mais sensíveis assim, dica mais que anotada!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  3. Oiee Mara ^^
    Já tem um tempinho que comecei a ler esse livro, mas achei tudo tão confuso que o deixei de lado...haha'
    Voltei a lê-lo recentemente e acho que estou quase na metade; estou gostando, Caden é muito intenso e seus sentimentos me deixam um pouco atordoada. Estou ansiosa para terminar e ver o que acharei :)
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Mara tudo bem? Lendo sua resenha percebi o quanto é profundo esse livro, é muito perspectivo os sentimentos envolvidos e mexeu comigo, coloquei esse na minha lista para próximas leituras, fiquei com vontade de pegar Caden e colocar no meu colo e abraçar. Parabéns pela resenha, foi bem objetiva e ao mesmo tempo profunda, obrigado pela dica, bjs!

    ResponderExcluir
  5. Oi Mara, tudo bem? Esse livro está entre os meus desejados porque eu sou apaixonada por histórias que envolvem transtornos, acho esse tipo de assunto extremamente válido e necessário para ser debatido na literatura, sendo assim, sua resenha me deixou bastante contente e me fez ver como é uma leitura que vai me satisfazer.

    ResponderExcluir
  6. Oi Mara.

    Eu estou com muita vontade de conferir esse livro e com sua resenha, meu interesse aumentou bastante. Especialmente pelos assuntos abordados onde envolve vários transtornos. Vou tentar lê-lo logo e saciar minha curiosidade. Obrigada pela dica e parabéns pela resenha.

    Bjos
    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Tô super curiosa para ler esse livro, já vi muita gente falando bem dele, amo livros que mexem com meu psicológico, e acho que até hoje nunca li nada sobre esquizofrenia... fiquei bem interessada nessa leitura...

    Beijos e parabéns pela resenha
    Blogancoraliteraria

    ResponderExcluir