Resenha: Um Verão na Itália

Oi, Leitores!!!!

Desde que vi a capa deste livro e sua sinopse, fiquei com muita vontade de ler ele, mas muita vontade mesmo, mas infelizmente não consegui me conectar muito com o livro e durante a resenha espero consegui mostrar a vocês o que me incomodou, apesar dele ter uma história bacana.
Vamos conhecer Cesca Shakespeare e ela não está vivendo o melhor da sua vida. Depois de escrever uma peça de teatro que tinha tudo para ser o maior sucesso se tornar uma desastre, ela simplesmente desistiu. Cesca não soube encarar a adversidade e entrou em um lopping de bloqueio criativo e está nessa há seis anos. Vive uma vidinha bem medíocre, sem se manter em um emprego (já que só faz coisas que detesta) e sofrendo para pagar as contas, ela nunca foi clara com seu pai e irmãs sobre sua real situação, mas as coisas estão no limite.

E aí, a única pessoa que sabe como está sua situação, seu padrinho, consegue um emprego para ela na Itália, onde só precisará cuidar de uma casa e manter as coisas em ordem. A casa está localizada em uma bela villa italiana, Cesca terá onde morar, receberá um salário e assim terá a oportunidade de exterminar esse bloqueio criativo e voltar a escrever.

Tudo tão perfeito né? Mas não será...

Ao chegar lá, ela descobre que a casa é da família do Sam Carlton, o cara que destruiu a sua peça e isso a incomoda e muito, mas meio que sem opção, ela continua lá, pois garantiram a ela que ninguém da família apareceria por lá.

Sam está péssimo, seu nome está na mídia, por uma situação cheia de mentiras e isso o irritou e só o fez desejar uma coisa: se isolar do mundo e ficar sozinho. Ele só deseja um lugar para ficar escondido, sem contato com o mundo e o lugar perfeito é a casa da família em uma villa italiana.

Exatamente, Cesca e Sam irão se encontrar pela primeira vez, depois de tantos anos. De início as coisas não caminham muito bem, mas os dois decidem encontrar um ponto onde possam conviver de forma pacífica, vão confrontar o passado e milagrosamente se tornarão amigos, compartilhando aos poucos coisas da vida... E uma atração surgirá aqui e as perguntas que não querem calar... Eles conseguirão deixar o passado para trás? É possível encaixar suas vidas e viver um amor?

Acredito que vocês estejam pensando, porque eu não gostei desse romance? Pois bem, não desgostei da história, achei o enredo super gostoso, porém não consegui ser cativada pela escrita da autora e acho que o ritmo que ela estabeleceu na história me desagradou, primeiro achei que tudo estava muito a passos de tartaruga e depois de tanto rastejar, uma corrida maluca se iniciou, achei tudo apressado e meio que atropelado. E isso me fez sentir falta de um trabalho mais profundo nos dilemas vividos pelos personagens, Cesca com a sua carreira e Sam com suas questões familiares.

Não deixo de recomendar a leitura, acho que os pontos que desgostei são daqueles que outros leitores podem não se incomodar, por muitas vezes posso não ter lido o livro no meu melhor momento. Então o que digo é, leia e tire as suas próprias conclusões, principalmente por ter visto muitas pessoas que amaram o livro.
Lido em: Dezembro de 2018
Título: Um Verão na Itália
Autora: Carrie Elks
Editora: Verus
Gênero: Romance
Ano: 2018
Páginas: 280
Adicione no Skoob | Compre: Amazon

Encontre-me

Posts relacionados

5 comentários

  1. Então Mara, frequentemente passo por isso.
    Às vezes nosso tempo emocional e uma obra não estão em sintonia e sim ,pode aconhecer.
    Por isso gosto de segundas chances.
    Dica anotada.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Olá, eu não tenho interesse em ler esse livro pois a premissa dele não me agradou em nada vou passar essa dica

    ResponderExcluir
  3. Eu fui uma dessas pessoas que amou demais realizar essa leitura, achei que apesar da autora detalhar demais os ambientes, tudo foi muito fofo, ok que os personagens em alguns momentos são imaturos mas isso deixou a história com um tom ainda maior de humor.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mara!
    Lembro que no tempo do lançamento desse livro fiquei com muita vontade de ler, mas acabei perdendo o interesse. Dificilmente lerei agora já que não tenho mais curiosidade. Acho que seria uma leitura que não me agradaria tanto.

    Beijos,

    Rafa - Fascinada por Histórias

    ResponderExcluir
  5. Oi, Mara.

    Já vi muitos comentários positivos sobre essa história, mas é sempre bom conhecer outros pontos de vista. Gostei do que você apresentou e uma pena a história ter sido corrida em certo ponto. Uma pena quando não tem tanta profundidade a acaba deixando a desejar :(

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir