Resenha: A Diferença Invisível

Oi Leitores!!!

Quem acompanha o blog no Instagram, está sabendo que junto com o Coisas de Meninas criei o Desafio das Baianas e o tema para o mês de janeiro foi ler uma HQ.

Escolhi A Diferença Invisível e hoje estou aqui para falar dela com vocês. A cada dia que passa tenho me encantado mais com as HQs e a Nemo sempre traz temas importantes e que merecem ser debatidos.
Vamos conhecer Marguerite, ela tem 27 anos, trabalha em uma grande empresa e vive com o namorado. Mas logo nas primeiras páginas, nós percebemos que ela tem uma dificuldade de socialização e por mais que se esforce, não consegue participar dos papos com colegas de trabalho e até mesmo os amigos do seu namorado.

Além disso, ela odeia sair da rotina e ambientes barulhentos... Por receber tantas críticas, ela começa a sentir uma necessidade imensa de se entender e conhecer e é assim que ela irá descobrir que é autista (Síndrome de Asperger).

Após a descoberta, Marguerite quer saber mais e mais tudo o que envolve a sua vida, se conhecerá melhor, entenderá quais os seus limites e promoverá mudanças para que viva de uma forma melhor, mas nem tudo são flores e ela também viverá com o preconceito e o fato das pessoas não conhecerem e consequentemente não compreenderem a sua situação.

De uma forma leve, mas extremamente informativa, essa HQ nos mostrará a realidade dos portadores do espectro autista e a importância de sermos empáticos com cada um deles.

Por diversos momentos, me vi emocionada com a vivência de Marguerite e as dificuldades que ela sempre viveu, só entendendo quem ela é com 27 anos.

As ilustrações são maravilhosas, as diferenças nos balões de diálogo dela e dos outros personagens mostra claramente como o portado do espectro se sente, nos ajudando a entender mais ainda a sua realidade.

A leitura é realizada em pouco tempo, mas ao concluir a leitura, senti meu coração aquecido em ver como Marguerite se tornou alguém feliz e desbravadora, sem se entregar diante das dificuldades.

Marguerite tem 27 anos, e aparentemente nada a diferencia das outras pessoas. É bonita, vivaz e inteligente. Trabalha numa grande empresa e vive com o namorado. No entanto, ela é diferente. Marguerite se sente deslocada e luta todos os dias para manter as aparências. Seus movimentos são repetitivos e seu universo precisa ser um casulo. Ela se sente assolada pelos ruídos e pelo falatório incessante dos colegas. Cansada dessa situação, ela irá ao encontro de si mesma e descobrirá que é autista – tem a Síndrome de Asperger. Sua vida a partir daí se transformará profundamente.

Lido em: Janeiro de 2019
Título: A Diferença Invisível
Autora: Julie Dachez, Mademoiselle Caroline
Editora: Nemo
Gênero: HQ
Ano: 2017
Páginas: 192
Adicione no Skoob | Compre: Amazon

Encontre-me

Posts relacionados

3 comentários

  1. Que tudo ! Minha filha está no espectro autista.
    Quem sabe a leitura pode ajudar a elà?
    Vou conferir antes e passar depois o livro pra ela.
    Ela tem 14 anos , creio que será bem proveitosa a leitura...
    Muito obrigada ,Mara! 😍

    ResponderExcluir
  2. Oiee Mara ^^
    Essa HQ me fez lembrar da série Atypical! Eu ainda não conhecia o livro, mas fiquei bastante curiosa para ler, parece ser muito bonito, interessante e real! Depois de ler sua resenha fiquei imaginando se a capa do livro é cinzenta assim justamente por causa da personagem principal, igual os balõezinhos de fala, como você comentou.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  3. Oi Mara.

    Eu tenho poucas leitura em HQs. Mas tenho muita vontade de mudar isso, porque tenho visto vários com histórias bem interessantes. Este que você resenhou conseguiu chamar minha atenção. Vou adicionar na minha lista de desejados. Obrigada pela dica.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir