Resenha: Corações Quebrados

Oi, Leitores!!

Desde que li Sorrisos Quebrados fui conquistada pela escrita poética da Sofia Silva, acho que essa é uma das suas características mais marcante e com certeza um enorme diferencial no ambiente literário.

Cada livro da série Quebrados (que será toda lançada pela Editora Valentina) irá tratar de um tema específico e em Corações Quebrados ela irá trazer como tema principal a depressão. E acho de extrema importância debatermos esse tema, pois infelizmente temos conceitos equivocados sobre quem tem a doença.
Neste livro vamos conhecer Diogo, um ex militar português e Emília, uma brasileira. Cada um com suas perdas e dores, estão vivendo tempos sombrios, onde não acreditam que merecem viver e não entendem mais a razão de estarem aqui!
Invejo os que, mesmo com ninho, voam todos os dias para o desconhecido. Apesar do risco de queda, caso as asas falhem, eles preferem viver a vida a estarem somente protegidos pelas árvores.
E os dois, mesmo tão distantes fisicamente, são colocados em contato, e no meio de toda a escuridão que eles vivem, aos poucos eles percebem que podem encontrar alguma luz. Mas nada é tão simples assim, os dois tem suas dores, seus segredos e não sabem até que ponto podem se entregar, eles não sabem mais como viver. E ao mesmo tempo, o que eles mais desejam é viver, é reencontrar razões e motivos para sorrir.

É justamente em um imenso conflito, que pessoas com depressão vivem. É uma existência dolorosa, mas que não é impossível de ser revertida. Todos são capazes de encontrar o seu caminho, pois todos são capazes de encontrar algo que seja maior que toda essa dor que sentem.

O desejo da morte foi uma forma de eliminar a dor que me rodeava. Hoje compreendo que há sempre esperança que amanhã tudo seja melhor e o passado seja lá só isso, algo que ficou para trás. Pelo menos é no que creio. Embora eu não saiba o que fazer nesta nova fase da minha vida, uma coisa é certa, quero viver. Quero ser feliz.
Diogo e Emília irão se ajudar mutuamente, mesmo em meio a dor, eles darão sorrisos, irão se apoiar, irão encontrar palavras de incentivo e esperança, vão construir uma grande amizade, mas o sentimento construído entre eles irá além, mas serão eles capazes de superar todos os obstáculos naturais e aqueles criados por eles mesmos e voltar a viver?
As pessoas nem sempre entram na nossa vida quando estamos bem, mas a sua presença torna-a melhor. Foi assim com ela. Senti que tinha um bela razão para ser mais do que alguma vez fui.
Acompanhar o encontro deles, a luta diária para aprender a lidar com as dores e perdas, compreender seus sentimentos é gratificante. Em determinados momentos fiquei extremamente emocionada e o capítulo 40 me fez derramar lágrimas. Mas em outros momentos, achei que a história podia ter um ritmo melhor, mas isso não prejudicou a minha leitura e não me fez desgostar da história.

Talvez o fato de ser estudante de Psicologia e entender de uma forma mais profunda o que eles vivem, tenha me ajudado a compreendê-los um pouco mais. Não é fácil, não é bonito e ninguém escolhe viver assim. A história deles, me fez recordar de quando entreguei um texto meu para que minha terapeuta o mostrasse para uma outra paciente, que passava por uma situação similar a minha e o sentimento de ajuda que encontrou meu coração foi incrível.

Algumas pessoas podem achar antiético o comportamento dos psicólogos da história, mas a autora deixou claro em diversos momentos, que eles realmente fazem escolhas fora do comum na prática profissional. Vamos também nos lembrar que estamos falando de uma ficção e não uma história real.

Apesar de escrito pela mesma autora, esse livro é diferente de Sorrisos Quebrados, e isso não é ruim, afinal podemos encontrar uma outra forma de contar uma história, uma outra faceta da Sofia Silva. A escrita poética permanece da mesma forma, tocando nosso coração, nos fazendo refletir e torcendo para que os personagens encontrem seus caminhos.

Mais uma vez recomendo que você conheça a Sofia Silva, caso ainda não tenha tido a oportunidade de ler algum livro dela, faça isso. Ela é uma autora diferenciada, que escreve de forma diferenciada e que vai mexer com as suas emoções.


CORAÇÕES QUEBRADOS aborda a depressão, o luto e a deficiência física.
Entre as dores da perda e a incapacidade de seguir em frente, Emília vive os seus dias numa clínica. Está estagnada. É nesse inferno pessoal que ela conhecerá Diogo, alguém que também foi vitimado por uma tragédia.
Será que é possível dois corações quebrados encontrarem a felicidade?
Numa sociedade onde a nossa aparência continua a valer mais do que a essência, é difícil continuar a jornada da vida quando tudo nos é arrancado.
Passamos os dias a olhar a capa das pessoas. Julgamos sem compreender que nunca conheceremos totalmente uma história sem ler cada página. Sem compreender o seu início, meio e fim.
Duas pessoas fisicamente distantes.
Dois corações quebrados pela vida.
Dois sotaques que se misturam entre a dor, o riso e o amor.
Por isso, olhem sim a capa de cada pessoa, mas virem a página.

Lido em: Fevereiro de 2019
Título: Corações Quebrados #2 - Quebrados
Autora: Sofia Silva
Editora: Valentina
Gênero: Romance
Ano: 2018
Páginas: 334
Adicione no Skoob | Compre: Amazon | Compre: Loja Valentina
*Livro cedido pela Editora em parceria*



Encontre-me

Posts relacionados

6 comentários

  1. Oi Mara.

    Que resenha linda! Estou bem curiosa por essa série, mas ainda tenho só o primeiro livro. Vou lê-lo assim que terminar de ler a série dos irmãos Maddox e conhecer a escrita da Sofia. Obrigada pela dica.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá, adorei a resenha, a capa deste livro é linda e sua história nos cativa, espero ter a oportunidade de ler em breve!

    ResponderExcluir
  3. Olá.

    Li esse livro recentemente e QUE LIVRO! Concordo contigo que ele possui uma temática diferente do primeiro livro, porém é maravilhoso igual. A autora sabe como partir o nosso coração em mil pedacinhos e depois vai reconstruindo aos poucos. Me apaixonei infinitamente por este livro. <3

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o livro,ele é bem diferente! E que capa curiosa, gostei bastante,obrigada pela recomendação!

    Ah! Amei o primeiro trecho que destacou no post ♥

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Tenho o primeiro livro em ebook no meu kindle, mas ainda não conseguir ler, apesar dos mil elogios a escrita dela. Penso que desse ano não passa. valeu pela ótima dica.
    Interessante saber que os livros debatem assuntos tão importantes. Minha mãe está com depressão e digo que é bem difícil de lidar. Enfim parabéns pela leitura.

    ResponderExcluir
  6. Oi Mara,
    Adorei a resenha, o primeiro livro me encantou muito pela capa, e depois as resenhas conquistaram um lugar na fila de leitura, esse segundo confesso que é a primeira resenha que vejo, e me parece muito interessante, falar sobre depressão é sempre muito importante, ainda mais se o assunto for bem aprofundado, mas olha, essa capa não ficou nem de longe tão bonita quanto a primeira! mas mesmo assim confio em você e vou anotar a dica.

    beijokas

    ResponderExcluir