Resenha: Até onde o amor alcança

Oi, Leitores!!!

Até onde o amor alcança foi o primeiro livro do Júlio Hermann que li! Acreditava que iria gostar muito, afinal é um estilo de livro que gosto muito, mas não esperava me ver completamente apaixonada.

Tô apaixonada pelos textos, pela edição e diagramação, mas também encantada pelo autor, que acompanhou as minhas postagens nos stories e foi super carinhoso em suas palavras.
Neste livro, o Júlio trouxe toda a magia de estar apaixonado, mas também todos os sentimentos que surgem quando o relacionamento acaba e você não sabe o que fazer com aquele amor e com a dor.

Durante a leitura, me conectei com os sentimentos que eram trazidos a tona e por muitas vezes fiquei pensando que perder um amor e ficar com esta dor, faz com que a gente viva as fases como a do luto: negação, raiva, barganha, depressão e aceitação.... E também, como essas vivências podem ser distintas e ao mesmo tempo semelhantes para cada pessoa.

A cada texto, vivi os sentimentos ali expressados. Os senti como se fossem meus, mas na verdade por muitas vezes eram... Sentimentos e situações saíram da minha memória e me tocaram de forma profunda e foi aqui que me vi completamente apaixonada por esse livro. O Júlio fez com que eu não me sentisse sozinha, não sou a única que viveu sentimentos assim.

Além de viver todos esses sentimentos, os textos foram me fazendo refletir sobre a importância de nos livrarmos de sentimentos de culpa, de conceder o perdão e também de reconhecer meus erros e no que preciso evoluir.

O processo de leitura foi incrível, cada texto é iniciado com uma música e quando percebi isso, corri para o Spotify e encontrei a playlist criada pelo autor e a minha recomendação é LEIA ESCUTANDO CADA UMA DAS MÚSICAS, o efeito será devastador.

Um outro espetáculo a parte é a edição e diagramação do livro. Com cores e ilustrações deliciosas, todas conectadas ao texto e sentimentos expressados. Então, se você é amante de livros assim, precisa urgentemente ler este, te garanto: você vai amar!!!

Terminei minha leitura, querendo muitos abraços quentinhos. Pensando em como é bom amar, até mesmo quando os relacionamentos acabam. O amor é transformador, o amor é libertador, o amor é benevolente e com toda a certeza, o amor nos faz ser uma pessoa melhor... E até onde ele alcança? Até onde eu me permitir viver.


Talvez estar apaixonado seja uma das melhores sensações da vida. Saber que existe alguém que faz seu coração bater tão forte alegra o nosso dia, mas abrir o coração e deixar tudo para trás quando o amor acaba pode ser difícil. Mostrar vulnerabilidade, raiva, tristeza, perdão e reconhecer erros é o melhor caminho para crescer de verdade.
“Ninguém avisa a gente que amar faz a pele arder e o peito dilatar, seja com as coisas dando certo ou não. Contos de fadas não duram muitos dias na vida real, o amor é o que faz tudo valer a pena. Torço para que você seja feliz, e que possamos caminhar juntos. Hoje eu quero o para sempre, mesmo sabendo que não posso controlar tudo. Há coisas minhas que são tão suas, a ponto de eu não ter coragem de colocar uma roupa nova sobre elas, porque eu não quero te esquecer.”
“Foi muito bom te reencontrar nesse processo. Nas viagens de carro que fizemos, nas noites em restaurantes baratos e nos domingos de carnaval fechados em nosso próprio mundo, nós construímos algo especial.”
“Suportamos isso. Ignoramos inclusive as partes chatas da existência. Esses momentos difíceis retornam, de vez em quando. Contudo podemos nos perdoar e ter novas chances.”
JURAMOS QUE DURARIA PARA SEMPRE MESMO SABENDO QUE O AMOR NÃO VIVE DE PROMESSAS, MAS NÃO VAMOS DESISTIR!
Lido em: Maio de 2019
Título: Até onde o amor alcança
Autora: Júlio Hermann
Editora: Faro Editorial
Gênero: Jovem Adulto/Romance/Nacional
Ano: 2019
Páginas: 176
Adicione no Skoob | Compre: Amazon 
*Livro cedido pela Editora em parceria*

Encontre-me

Posts relacionados

3 comentários

  1. Oi, que bom saber que o livro foi tão bom quanto você imaginava e que lhe despertou tantas emoções e sentimentos, é uma leitura que tenho vontade de fazer, amei a ideia de ter a playlist para ouvir enquanto lemos.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oii!
    Primeiro, que capa mais fofa!!
    É tão bom quando um livro supera nossas expectativas e conseguimos nos conectar a obra e a história que é contada <3 Ainda não conhecia essa obra e fiquei feliz por vc ter apresentado ela. Adoro livros que tem uma playlist montada pelo autor, acho que isso demonstra um cuidado a mais e a experiência literária fica ainda mais completa *-*

    Abraços,
    Andy StarBooks

    ResponderExcluir
  3. Oi Mara.

    É muito bom quando apaixonamos pela edição de um livro e pela sua resenha você conseguiu mostrar esse sentimento. Eu não conhecia este livro, mas fiquei com muita vontade de lê-lo. Obrigada pela dica e parabéns pela resenha. Já adicionei na minha lista.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir