Resenha: A Contrapartida

Oi, Leitores!

Hoje é dia de falarmos de um thriller do autor nacional Uranio Bonoldi que foi lançado recentemente pela Editora Valentina e como sou apaixonada pelo gênero, fiquei bem curiosa pela história. Eu amo todo o suspense e mistério que este gênero proporciona, sempre fico com o coração acelerado e louca para desvendar toda a história.
Neste livro, vamos acompanhar a história de Tavinho, um adolescente que perdeu o pai quando tinha 4 anos e foi criado pela sua mãe Cristina e por Iaúna.

Por mais que se esforce, Tavinho vem enfrentando sérios problemas na escola e não existe reforço escolar que lhe ajude. A cada nota baixa ou chamada de atenção, a estima dele é atingida. Tavinho está triste e envergonhado, pois queria muito orgulhar a sua mãe e honrar a memória do pai, que era muito inteligente e reconhecido no seu meio. Sem contar, que do jeito que ia nunca realizaria seu sonho de ser médico e salvar vidas.

Iaúna é uma índia que viu toda a sua tribo ser dizimada por garimpeiros e um pouco tempo depois ela conheceu Cristina que se encantou por ela e acabou a levando para São Paulo. Iaúna tornou-se uma pessoa da família, conquistando seu espaço e tornando-se alguém fundamental na vida deles, principalmente depois da morte do marido de Cristina.

Ao ver Tavinho tão triste e abatido, Iaúna lhe oferece uma ajuda que será a solução dos seus problemas e inseguranças. Ela irá compartilhar com ele um dos rituais da sua tribo que concedia uma inteligência diferencial a quem tomasse uma bebida em um período de lua cheia, porém era necessário aceitar todas as consequências do ritual, nunca compartilhando nada sobre ele e a forma como os ingredientes são coletados.

Tavinho, depois de escutar todo o relato da Iaúna, precisar pensar e é isso o que ele faz. E aqui fica o grande questionamento: Vale a pena aceitar todos os termos do ritual para a realização do seu grande sonho?

Eu procuro ser sempre muito sincera com vocês e tenho que dizer a vocês que apesar de muito animada com a história, infelizmente ela não funcionou para mim e vou dizer quais pontos me incomodaram. 

Eu descobri muito rápido qual o mistério estava envolvido na história e isso me desanimou um pouco, tanto que deixei o livro de lado e enrolei, pois isso me tirou o que mais gosto no gênero que é ficar imaginando  milhares de possibilidades. 

A história não me prendeu e infelizmente teve furos ficando com coisas mal explicadas, mas o final da história foi uma excelente ideia do autor e este foi o momento do livro em que meu queixo caiu e falei PQP, fudeu! E mesmo já tendo sacado o que envolvia a história, as atitudes dos personagens na cena final foram coerentes, só queria um embate mais caloroso mesmo.

Mas preciso dizer a vocês que a escrita do autor é fluida e isso faz com que a leitura seja rápida, nos prendendo ao livro e uma coisa é fato, apesar de tudo, me mantive curiosa em saber o que aconteceria e até mesmo se o que eu acreditava estava correto, já que eu nunca acerto os mistérios, pois sou  uma péssima detetive.

E como a minha opinião não é soberana e vi que o livro teve resenhas positivas de outros leitores, aconselho que se você ficou curioso pela história, se permita e leia. Afinal, a experiência de leitura é única e individual, os livros causam emoções diferentes.


"O que poucas pessoas têm em mente é que Cultura, no sentido mais amplo da palavra, não se restringe apenas ao entretenimento. O objetivo maior e primeiro da Cultura é nos transformar em pessoas melhores, agregando novos conhecimentos e percepções sobre nós mesmos, os outros e o entorno em que vivemos – é isso que A Contrapartida faz. A sua leitura nos proporciona uma série de profundas e valiosas reflexões sem, contudo, deixar o entretenimento e o suspense de lado. Com relação ao suspense, gostaria de fazer uma breve analogia com o mundo do cinema para ser mais claro em minha exposição. Um bom thriller é aquele que nos causa ansiedade para ver a próxima cena e nele os acontecimentos não são óbvios e declarados. Enfim, é o que aconteceu comigo quando li A Contrapartida – eu queria saber o que estava para acontecer na próxima página, de modo a poder ligar os fatos apresentados no livro e ter as respostas às perguntas que a leitura indiretamente me fazia. Inevitavelmente, a leitura do livro me remeteu à Hollywood. Quando nos referimos a thrillers, logo vem à mente o nome de Alfred Hitchcock, cuja genialidade se encontrava em entender profundamente a psiquê do ser humano e em criar um estado emocional tão intenso no público, que seus filmes se transformavam imediatamente em sucesso. Essa mesma genialidade foi reproduzida aqui neste livro. O autor conseguiu criar caminhos mentais de condução de nós, leitores, em um mundo imaginativo de suspense e mistério dignos de um grande blockbuster.” Lion Andreassa – produtor e diretor de cinema da Lumix Art Films
Lido em: Maio de 2019
Título: A Contrapartida
Autora: Uranio Bonoldi
Editora: Valentina
Gênero: Suspense e Mistério/Nacional
Ano: 2019
Páginas: 336
Adicione no Skoob | Compre: Amazon
*Livro cedido em parceria com a Editora*

Encontre-me

Posts relacionados

3 comentários

  1. Oi! Li algumas resenhas sobre esse livro, e por elas serem bem parecidas com a sua, referente á história, eu não fiquei tão interessada. Também sou leitora de livros de thrillers e suspenses, e é horrível pegar uma história, que e poucas páginas conseguimos saber o desenrolar inteiro. Uma pena que a leitura tenha sido um pouco decepcionante. Obrigada pela dica.

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi Mara!
    Apesar de você não ter gostado em alguns pontos, sua resenha ficou de uma maneira positiva para mim, foi muito bom ler sua opinião e mais que isso a sua sinceridade é o que me fez ficar curiosa sobre a trama, dica anotada, quero saber mais do ritual e se Tavinho vai conseguir realizar seu sonho, parabéns pela resenha. Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Como sempre um post de qualidade aqui no três Leitoras! É uma pena que o livro não tenha sido como o esperado, mas sua resenha me deixou curiosa, depois vou procurar mais sobre ele, obrigada pela dica.

    Ah! A Foto ficou linda!

    Beijos!

    ResponderExcluir