Resenha: Uma mulher na escuridão

Oi, Leitores!!!

O Charlie Donlea escreveu uma nova história e a promessa de um livro eletrizante e cheio de mistério me conquistou e foi difícil não pular na frente dos outros livros dele que tenho para conhecer essa história.
Rory é uma investigadora forense, especializada na reconstrução de cenas de crimes e com uma forma peculiar de trabalho, mas precisou interromper o trabalho que fazia atualmente devido ao falecimento do seu pai.

Era preciso verificar os casos do escritório dele para que fossem repassados para outros advogados, já que apesar de formada, ela não exerce a profissão. E é assim que ela se depara com o caso do Ladrão, um caso que aconteceu há 40 anos, que está prestes a ganhar a liberdade condicional.

Algo neste caso chama a sua atenção, pois ela quer entender como o pai dela podia ser advogado desse criminoso. Ele ficou conhecido no verão d 1979 quando mulheres começaram a desaparecer, mas nenhum corpo foi encontrado, até que foi enviado a polícia provas de quem ele era. A remetente foi Angela Mitchell, uma mulher que por ter ficado angustiada com os sumiços, começou a investigar por conta própria, a questão foi que ela também desapareceu. E este foi o único crime ao qual o Ladrão foi condenado: o assassinato de Angela.

Rory debruça-se neste caso, que ela foi impedida de repassar a outro profissional, e começa a tentar montar este quebra-cabeça e descobrir os passos de Angela até ou mesmo depois do seu desaparecimento.

Além da narrativa com a investigação de Rory, vamos ter uma alternância de capítulos com o que se passou com Angela durante o verão de 1979, quem ela era e como descobriu a identidade do Ladrão. Isso faz com que a gente consiga saber até onde as suposições e reconstrução de Rory são verdadeiras ou não e a cada página lida eu só sentia uma repulsa gigantesca pelo Ladrão.

A história do Charlie é extremamente envolvente, era muito difícil interromper a leitura e essa alternância entre passado e presente mexeu e muito com as minhas emoções, me fazendo vibrar com cada passo que Rory dava para o entendimento de tudo o que aconteceu.

O livro é surpreendente, mas para mim teria sido perfeito, se tivéssemos feito a descoberta de uma grande verdade junto com Rory e não antes dela, fiquei com um sentimento de "agora não, assim vai perder um pouco da graça" sabe? Porém, não é por isso que deixarei de recomendar a leitura, vale super a pena!!! É o tipo de livro que todo o amante do gênero vai querer ler e se debruçar.


Ao limpar o escritório de seu pai, falecido há uma semana, a investigadora forense Rory encontra pistas e documentos ocultados da justiça que a fazem mergulhar num caso sem solução ocorrido 40 anos atrás. No verão de 1979, cinco mulheres de Chicago desapareceram. O predador, apelidado de Ladrão, não deixou nenhum corpo ou pista — até que a polícia recebeu um pacote enviado por uma mulher misteriosa chamada Angela Mitchell, cujas habilidades não-ortodoxas de investigação levaram à sua identidade. Mas antes que a polícia pudesse interrogá-la, Angela desapareceu. Agora, Rory descobre que o Ladrão está prestes ser posto em liberdade condicional pelo assassinato de Angela: o único crime pelo qual foi possível prendê-lo. Sendo um ex-cliente de seu pai, Rory reluta em representar o assassino, que continua afirmando não ser o assassino de Angela. Agora o acusado deseja que Rory faça o que seu pai prometeu: provar que Angela ainda está viva. Enquanto Rory começa a reconstruir os últimos dias de Angela, outro assassino emerge das sombras, replicando o mesmo modus operandi daqueles assassinatos. A cada descoberta, Rory se enreda mais no enigma de Angela Mitchell, e na mente atormentada do Ladrão.Traçar conexões entre passado e presente é a única maneira de colocar um ponto final naquele pesadelo, mas até Rory pode não estar preparada para a verdade...
Lido em: Julho de 2019
Título: Uma mulher na escuridão
Autora: Charlie Donlea
Editora: Faro Editorial
Gênero: Ficção/Suspense e Mistério
Ano: 2019
Páginas: 304
Adicione no Skoob | Compre: Amazon 
*Livro cedido pela Editora em parceria*


Encontre-me

Posts relacionados

4 comentários

  1. Olá adorei sua resenha, não conhecia o livro mais fiquei curiosa para ler a obra, uma pena que o clímax do livro é desvendado antes da personagem, as vezes o leitor é colocado em situações como está, eu sinceramente não gosto desse tipo de escrita, talvez teria o mesmo sentimento que você em relação a essa questão sobre a leitura. Uma característica interessante que encontrei foi que a personagem trabalha em uma área bem especifica de investigação e adoro esse tipo de construção, enfim espero ler o livro em breve!

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro a escrita desse autor e não vejo a hora de conseguir dar uma chance para esse livro. Pela sua resenha já deu para ter uma pequena ideia do que encontrar na história e isso me deixou bem animada

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  3. Adoro esses livros! Gosto de me aventurar com a personagem pela investigação além de ser ótimo em momentos de clímax! Ótima resenha e uma dica incrível! Já está na minha lista! @yelloobow

    ResponderExcluir
  4. Oi Mara.

    Estou bem curiosa para conhecer a escrita desse autor. Até adicionei na meta de leitura dois livros para aventurar no mistério. Ainda mais sabendo que o livro é surpreendente. Parabéns pela resenha.

    Bjos

    ResponderExcluir