Resenha: Amor nas 4 Estações

Oi, Leitores!!!

Acho que já ficou bem claro aqui o quanto gosto de livros de crônicas, com textos que nos fazem pensar sobre a vida, relembrar momentos e reviver sentimentos.
Neste livro, acompanhamos um ano do autor, com o marco das estações e o que elas proporcionam.

O Victor tem uma forma poética ao descrever momentos e sentimentos. Durante a leitura me senti completamente conectada ao que ele vivia, mas ao mesmo tempo me vi em situações e sentimentos similares.

Como é o natural deste tipo de livro, alguns textos tocam mais, outros menos, mas todos tocam de alguma forma. Um dos textos parecia que havia sido escrito exclusivamente para que eu lesse naquele dia em específico e como acredito muito nesse lance de energia, sei que não foi uma simples coincidência.
Nunca sabemos o que virá, mas sabemos o que somos. Em momentos tristes ou felizes temos sempre nós mesmos. É no nosso íntimo que mora tudo que precisamos.
Além de textos incríveis, esse livro nos proporciona uma diagramação incrível... Cores que combinam com a estação do momento, imagens que se conectam de forma singular ao que está escrito. Um lindo trabalho de edição e a Faro junto com o autor merecem todas as parabenizações por isso. 
Talvez as estações existam pra aprendermos a sermos várias versões de nós.
Ao terminar a leitura, confesso que fiquei comum gostinho de quero mais. Além disso, guardei lições para a vida. A principal lição é que ainda preciso evoluir e muito no quesito ver as coisas simples da vida. Nos permitimos ser envoltos em todas as exigências da vida, mas não paramos para aproveitar toda a simplicidade que nos é oferecida.

O amor nas 4 estações é um livro singelo, amoroso e inspirador,acho que ele reflete muito do Victor que tive o imenso prazer de conhecer e trocar muitas ideias.  Um livro perfeito para você presentear pessoas que ama. Um livro perfeito para você ler e reler sempre que achar necessário.


O amor nas 4 estações é uma experiência do sentir.
Experimentar a vida em sua essência, valorizar cada momento, cada evento, cada cair de chuva, farfalhar de árvores. Sentir a vida, a alma, o infinito... tudo parece utópico e lúdico demais? Mas é um desafio diário de viver cada momento de verdade e com intensidade, e depois disso, tudo passa a valer a pena!
Um livro de crônicas sobre a vida e suas nuances, permeando as quatro estações do ano. Mais do que celebrar o amor, o autor nos desafia a a viver um ano inteiro prestando atenção aos detalhes diários que tornam a nossa vida uma grande aventura, e que muitas vezes, deixamos passar.
Victor aceitou esse desafio, e durante um ano viu a vida com os olhos de quem quer achar beleza em tudo, e isso mudou a forma como ele enxergou o mundo. E agora ele faz um convite para você viver a própria vida com intensidade, olhar o amor de outra maneira, de fazer uma releitura do nosso coração.
Sua proposta é de fazer uma leitura do nosso próprio coração. Este é um convite para viver, em profundidade, as nossas próprias estações.
“Quando a felicidade diz que não há nada que você poderia fazer a não ser ir, o coração já pulou. Os grandes momentos das nossas vidas partem de mergulhos corajosos.”

Lido em: Dezembro de 2019
Título: Amor nas 4 Estações
Autora: Victor Degasperi
Editora: Faro Editorial
Gênero: Romance/Nacional
Ano: 2018
Páginas: 176
Adicione no Skoob | Compre: Amazon 
*Livro cedido pela Editora em parceria*

Encontre-me

Posts relacionados

7 comentários

  1. Olá...
    Eu também amo livros de crônicas que nos fazem refletir e pensar na vida, sempre conseguimos tirar proveito de leituras assim! Esse livro vem ganhando meu coração e estou namorando ele, espero poder comprá-lo em breve!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Mara,
    eu já algumas crônicas perdidas ou que simplesmente aparecem em algum momento que estou navegando na internet, mas, nunca li um livro de crônicas, assim como livros de poesias, não são bem o tipo de leitura que fazem parte da minha área de conforto rsrs, mas é sempre bom fazer uma leitura com a qual nos identificamos.

    Beijos!
    Eita Já Li

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não consegui ler esse livro inteiro, até porque não o tenho. Mas sempre que estou ociosa pego na livraria e dou uma folheada. Acho super fofo e real. É uma ótima dica para presente de natal também.

    Silviane, blog Memento Mori• Siga no Instagram: @kzmirobooks

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mara!
    Eu não tenho o costume de ler crônicas, acho que os romances e os contos são os que mais me chamam a atenção, mas é claro que não dispenso indicações do gênero, pois sempre acho bom variar e sair da zona de conforto. Gostei de como o livro te tocou e te inspirou de certa forma e fiquei curiosa para sentir as mesmas sensações com a leitura.

    www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito da sua resenha! Esse parece ser um daqueles livros onde com certeza vamos nos identificar com alguma parte, ter alguma reflexão, e ainda tem essa edição linda!

    ResponderExcluir
  6. Oi Mara.

    Adorei sua opinião sobre este livro. Também gosto de ler textos e crônicas, mas ainda não tive a chance de lê-lo. Já estou adicionando na lista de desejados para conferir o livro e será uma ótima oportunidade para conhecer a escrita da autor. Obrigada pela dica.

    Bjos

    ResponderExcluir
  7. A minha amiga indicou essa leitura e me deu de presente.
    Quero muito dar uma chance em breve, sua resenha só me deixou mais animada <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir