Resenha: Românticos Incuráveis

Oi, Leitores!!

Não sou de ler sinopses, mas quando são os livros de parceria e de autores que ainda não conheço, acabo lendo para ver se tenho o interesse despertado e quando vi do que se tratava esse livro, foi impossível não querer ler.
Em Românticos Incuráveis, Frank Tallis irá relatar doze casos de pacientes que sofriam de amor. Amores reais e ilusórios. No livro, temos casos de amor pelo dentista que gerou uma perseguição até o cara mudar de cidade, um ricaço casado que não conseguiu deixar de se envolver com prostitutas contabilizando mais de 3 mil, casos de ciúmes e até mesmo amor determinado por Deus.

A cada caso, além de conhecer o paciente e o que o motivou a estar ali, Frank nos dá explicações sobre qual fenômeno acontece com aquela pessoa, sem ser massante ou chato. Um livro perfeito para quem gosta de conhecer o comportamento humano e suas nuances. 

As situações chegam a ser de certa forma loucas, mas chegamos a conclusão que todos nós estamos passivos a isso. Quem nunca se pegou imaginando coisas com relação ao outro ou sentindo ciúmes meio que sem justificativas. A diferença é que não ultrapassamos a linha para o lado da loucura. Percebe-se também o quanto nosso julgamento é afetado quando estamos amando.

Alguns pacientes ficam em tratamento até compreender o que acontece com ele, outros abandonam assim que se sentem desafiados a encarar o problema. 

Como estudante de Psicologia, a leitura acabou sendo apreciada aos poucos, pois gerou algumas pesquisas, nem nas férias a gente deixa de estudar não é? Mas é um livro que nos envolve, até porque queremos saber qual foi a solução ou não para cada um daqueles indivíduos.

Lido em: Janeiro de 2020
Título: Românticos Incuráveis
Autora: Frank Tallis
Editora: Faro Editorial
Gênero: Não-Ficção
Ano: 2018
Páginas: 240
Adicione no Skoob | Compre: Amazon 
*Livro cedido pela Editora em parceria*

Encontre-me

Posts relacionados

5 comentários

  1. Olá, tudo bem? Gente, que premissa mais doida, hahaha. Eu adoro ler romances, mas esse livro pelo jeito fala de uns tipos de "amores" diferentes e de uma forma diferente, fiquei curiosa! Adorei a tua resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Que premissa pesada, pensei que pelo título fosse ser um romance, rs.
    Deve ser uma obra que nos faz analisar as ações e ver a que ponto o ser humano pode chegar.

    ResponderExcluir
  3. Oi Mara.

    Eu tenho costume de ler sinopse de livros e ao ler a sinopse desse e fiquei bastante curiosa. Agora, lendo sua resenha despertou ainda mais pela leitura porque quero muito conhecer os doze caso que Frank relata. Parabéns pela resenha, vou tentar adquirir este livro o mais rápido possível.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. oi :)
    Não fiquei mt interessada na leitura pq estou um pouco saturada de gente psicótica que acha que é amor e acaba perseguindo os outros. Sei que somos todos passiveis de uns surtinhos as vezes, mas no momento não leria. O amor é a loucura tem uma linha divisória bem tênue.

    http://www.seguindoocoelhobrancoo.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Essa foi a primeira resenha que li desse livro e achei bem legal os pontos que vc destacou. Realmente para quem estuda, trabalha ou tem interesse na parte psicológica do ser humano deve ser uma leitura bem proveitosa. Antes ele não tinha chamado minha atenção, mas agora pôs ver as duas temporadas de YOU confesso que fiquei curiosa. Enfim valeu pela dica.

    ResponderExcluir